7 de outubro de 2016

COLÔNIA: SEM TETOS ESTÃO AMEAÇADOS DE PERDEREM TUDO QUE INVESTIRAM EM ÁREA ABANDONADA HÁ DÉCADAS

Nenhum comentário :
SUPOSTO PROPRIETÁRIO DO TERRENO ABANDONADO HÁ DÉCADAS QUER RETIRAR DEZENAS DE FAMÍLIAS CARENTES, ATRAVÉS DE UM MANDADO DE REINTEGRAÇÃO DE POSSE  
Quem chegar na Colônia, na área citada por esta reportagem, vai sentir na pele o que é sofrimento e dor. Vai ver os rostos tristes e desanimados daqueles que estão prestes a perder uma batalha que vem travando à vida inteira, para ter e oferecer um pouco de dignidade aos familiares. Quem chegar de perto vai ver rostos e expressões tristes, marcados pela expectativa de perderem todas as suas economias gastas para levantar barracos, onde vivem com seus filhos. Quem olhar de perto vai perguntar qual será o final daquele bando de crianças agarradas aos pais, vivendo na expectativa de ter um teto para morar.

Há mais de 20 anos, uma área que já serviu até de lixão, foi abandonada e esquecida por alguém que porventura tenha sido dono de fato. Alguém já usou a área para algum empreendimento que não deu certo e depois abandonou tudo. Os moradores cansados do mau cheiro que vinha do lixão ali existente, reivindicaram mais saúde e higiene e a prefeitura na época, abriu grandes covas e aterrou o lixão.

No dia 10 de maio de 2014, aproximadamente umas cinqüenta famílias carentes e sem teto, resolveram limpar a área e construir ali seus barracos e estão lá, desde então, aplicando seus parcos rendimentos na construção de seus barracos, na esperança de uma vida mais digna.

Nestas eleições, segundo os moradores da área, o prefeito de Eunápolis esteve lá e garantiu em palavras, que ninguém os tiraria de lá e que faria tudo para que todos ali ficassem acomodados legalmente.

Passou as eleições e imediatamente apareceu alguém que se diz dono do terreno, através de um Mandado de Reintegração de Posse e Citação, expedido por um juiz local. O que mais intriga a mente daqueles coitados, é o fato de, em tantos anos que se passaram, ninguém te aparecido como dono; Também o fato daquele que se diz dono não saber nem o endereço correto da área: O suposto dono diz que o terreno fica na Rua José da Canoa, um endereço inexistente no distrito da Colônia. Na verdade, o terreno situa-se na Travessa Casimiro de Abreu.

Outra coisa intrigante que chama a atenção de todos é o fato do suposto dono ter ligação com um candidato a vereador, que perdeu as eleições...

Nós do Bocão 64, que assistimos tudo, desde o início, na época da invasão, ficamos atônitos com o fato de pessoas humildes, trabalhadoras e decentes terem que recorrer à justiça pelo direito à moradia, que deveria ser assegurado pelo Estado.

Vamos acompanhar o andamento dos fatos e prometemos uma reportagem mais completa a qualquer momento. Clique no link abaixo e veja as fotos completas da área. O vídeo será postado posteriormente.

Clique >>GALERIA DE FOTOS<< Clique



Nenhum comentário :

Postar um comentário