TIO ESPANCA SOBRINHA DE 14 ANOS ATÉ A MORTE POR NÃO CONCORDAR COM NAMORO

O AVÔ CONTOU QUE SAIU PARA TIRAR O CARRO DA GARAGEM E QUANDO VOLTOU, A ADOLESCENTE ESTAVA CAÍDA 
Mais uma tragédia familiar resultante de intolerância e ciúme doentio, culminou com a morte da estudante Hemilly Brenda Gonçalves de Oliveira, de 14 anos de idade, em Araraquara, interior de São Paulo, no último domingo, 11-03-2018, na UTI da Santa Casa, onde passou por cirurgia, mas não resistiu à pancadaria sofrida, inclusive traumatismo craniano. O crime chamou a atenção da mídia nacional, pela brutalidade e razão dos fatos.
A menor vivia sob a guarda dos avós, desde que nasceu. No sábado, 10, o tio da menor, Washington Manoel Gonçalves de Oliveira, de 27 anos, ficou sabendo que a garota estaria querendo namorar um rapaz mais velho e supostamente envolvido com o tráfico de drogas (fato não confirmado) e foi tomar satisfação da garota. No momento em que o avô da menor saiu para estacionar o carro, o elemento passou a agredir a estudante, inclusive jogando-a violentamente contra as paredes. A mãe do sujeito tentou interferir, mas não conseguiu salvar a neta. Quando o avô chegou, ela já estava desmaiada e foi levada a uma Unidade de Pronto Atendimento e posteriormente à Santa Casa, onde veio a falecer.
A mãe do assassino (56 anos), disse que o filho é muito violento e já sofreu agressões dele, que também atacava a própria esposa.
O corpo passou por perícia no Instituto Médico Legal (IML) e foi velado na manhã desta segunda-feira, 12, no Velório Municipal. Amigos, colegas de escola, professores e outros parentes estavam inconformados com o assassinato da garota pelo tio. 
Após as agressões, a polícia localizou o acusado numa área de mata. Ele tentou resistir, mas acabou preso e alegou que “apenas” empurrou a garota, que era franzina e bateu a cabeça ao cair.
O acusado foi autuado por homicídio doloso, quando há intenção de matar, qualificado pelo grau de parentesco, motivo fútil e por não dar chance de defesa à vítima. Ele teve a prisão preventiva decretada e foi levado para o anexo de detenção provisória da Penitenciária de Araraquara. O mundo precisa de paz e o Brasil precisa de leis severas para esse tipo de crime. (Por: Carlos Rheiz).



Sobre bocão64

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.