AGRESSÃO DO VEREADOR J. BATISTA CONTRA REPÓRTER MESTRE BINHA NA VERDADE É UMA AFRONTA A TODA A IMPRENSA EUNAPOLITANA

O REPÓRTER MESTRE BINHA FOI VÍTIMA DE AGRESSÃO MORAL VERBAL NO PÁTIO DA CÂMARA DE VEREADORES DE EUNÁPOLIS  
O Mestre Binha, repórter da rádio Super 98FM, tornou-se uma figura carismática e um tanto quanto folclórica nos meios de comunicação de Eunápolis. É uma presença indispensável num dos programas de rádio de maior audiência regional, o Fala Povão, sucesso absoluto no horário das 12:00 às 14:00 hs, da emissora onde trabalha. O repórter em questão foi envolvido num ato polêmico praticado por um vereador que também e radialista. A matéria que ora publicamos, é baseada nas palavras do Mestre Binha.

Na manhã da última quinta-feira, 28 de abril, o repórter Mestre Binha, foi chamado para fazer uma reportagem no Cartório Eleitoral de Eunápolis, onde alguns cidadãos reclamavam da atitude de alguns assessores de vereadores, que estariam provocando tumulto, ao “cortar” fila, causando revolta em quem estava na espera para ser atendido e que citaram nomes de alguns vereadores, inclusive do Jota Batista.

Em seguida, Mestre Binha se dirigiu à Câmara de Vereadores, onde estava havendo a sessão. Chegando lá, o repórter foi assediado pelo vereador Jota Batista, que desceu de seu carro visivelmente furioso, proferindo estas palavras: “Você é um moleque, você é um bosta e merece levar uns tapas”. Neste momento entrou em ação o vereador Galego do Regional que intercedeu pelo repórter, evitando a concretização de uma agressão física. Estavam presentes o presidente da Câmara, vereador Vavá e o vereador Ramos Filho. 

Uma agressão moral e quase física, desse tipo, por parte de uma autoridade política que deveria dar exemplo, na verdade, torna-se uma grande afronta a todos os profissionais da comunicação, que apenas cumprem com o seu dever ao mostrar fatos relevantes para a população.  Esse dever profissional tem regalias perante a lei, afinal de contas vivemos num país que se vangloria de ser democrático. Se não fosse o trabalho da imprensa, em todas as suas formas, não teríamos conquistado tantas vitórias contra a opressão e ainda estaríamos, com certeza, “sob as sandálias do rei”.

Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.