Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Em Salvador, Bolsonaro garante apoio a João Roma e fala que desobrigação das máscaras pode acontecer até o fim de março



O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse nesta quarta-feira (16/3) que a desobrigação das máscaras de proteção contra o coronaírus deve acontecer até o final de março. De acordo com o chefe do Executivo, a questão está sendo debatida pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, com o Congresso e o Supremo Tribunal Federal. 

 

"A ideia é até o dia 31 é passar de pandemia para endemia. Aí, vocês ficarão livres da máscara de vez". A declaração foi dada em Salvador, onde o presidente e sua comitiva desembarcaram para visitas no Senai Cimatec, na Avenida Orlando Gomes, e na sede das Obras Sociais Irmã Dulce, na Cidade Baixa. 

 

Durante coletiva, Bolsonaro ainda ressaltou que as restrições impostas no pior período da pandemia foram ruim para a economia e que ele "estava certo" ao não apoiar as ações.

 

"Quase quebraram a economia. Talvez, o único chefe de estado do mundo que disse que não poderia ficar em casa, cuidar apenas dos idosos e aqueles com comorbidade, teria sido eu. Estudos hoje apontam que eu estava certo. Eu não errei em nenhuma e tive coragem de enfrentar o problema", salientou. 

 

O presidente negou ainda que viajou para Salvador por questões políticas. Mesmo assim, confirmou que apoiará o atual ministro da Cidadania, João Roma, pela disputa do Governo da Bahia. 

 

ASSISTA, NA ÍNTEGRA, A ENTREVISTA DO PRESIDENTE:



FONTE: ARATUON

Foto da capa: Captura de imagem do vídeo



COMPARTILHE ESTA MATÉRIA, CLICANDO NOS ÍCONES ABAIXO:

Postar um comentário

0 Comentários