Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Em entrevista, Bolsonaro diz que não errou em nenhuma medida na pandemia, critica STF e cutuca o PT; Veja vídeo




Em entrevista exclusiva à TV Aratu - primeira presencial concedida a um veículo da Bahia -, o presidente Jair Bolsonaro (PL) abriu o jogo. O chefe do Planalto disse que não errou em nenhuma medida na pandemia do coronavírus, atacou o Supremo Tribunal Federal (STF), cutucou o PT e ainda falou sobre a política local, com afagos ao ex-prefeito de Salvador ACM Neto e elogios ao ex-ministro João Roma, pré-candidato ao governo da Bahia.

 

Bolsonaro também voltou a ironizar a iminente chapa petista à presidência da República, que deverá unir o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSB), dois dos principais rivais políticos do Brasil no início do século, e que deram as mãos para este ano.

 

O chefe da Nação ainda rebateu o ex-governador de São Paulo, João Doria, que deu nota zero à gestão dele frente ao Palácio do Planalto e classificou a popularidade de Doria em seu estado como "ridícula". O paulista esteve na sede do Grupo Aratu nesta sexta-feira (8/4) e foi entrevistado ainda nos programas Cidade Aratu e Linha de Frente. 

 


Após falar de Dória, Lula e Alckmin, o presidente Jair Bolsonaro também comentou sobre a relação com o ex-ministro da Justiça do seu governo, Sérgio Moro. Na ocasião, o chefe do executivo afirmou que nunca brigou com o ex-juiz e reiterou que Moro pediu, na época, indicação para o Supremo Tribunal Federal (STF).

 

Bolsonaro fez diversos elogios ao ex-ministro João Roma (PL). "Conduziu a criação do Auxílio-Brasil. Já é um herói para mim por estar enfrentando a velha política da Bahia", pontuou. Presidente também fez afago ao ex-prefeito de Salvador ACM Neto (União Brasil): "Não costumo criticá-lo. Pessoalmente nada contra".

 


FONTE: ARATUON

Foto da capa: TV Aratu



 

COMPARTILHE ESTA MATÉRIA,CLICANDO NOS ÍCONES ABAIXO:

Postar um comentário

0 Comentários