30 de setembro de 2016

A FAMIGERADA ZONA AZUL ESTÁ PRESTES A FUNCIONAR

Nenhum comentário :
AO QUE TUDO INDICA, O INÍCIO DO FUNCIONAMENTO SE DARÁ ESTRATEGICAMENTE APÓS AS ELEIÇÕES  
Foi preciso a morte por atropelamento de uma pessoa, na Av. Santos Dumont, há aproximadamente uns dois anos atrás, para que a mídia fizesse um grande escarcéu sobre o trânsito “caótico” em nossa cidade. Uma rádio local bateu tanto no assunto que logo despertou a mente de alguém ligado à administração pública, que teve a infeliz ideia de criar uma “zona” azul, “achando” que assim todos os problemas seriam resolvidos.

Zona azul nunca resolveu problema de trânsito em lugar algum, ao contrário, às vezes atrapalha e só é necessário mesmo, em cidades de grande porte como Itabuna, Vitória da Conquista, Feira de Santana e capitais. Nesse caso, o cidadão que precisa ir ao centro, necessita deixar o automóvel em um local acessível, próximo ao seu objetivo.

Eunápolis é uma cidade pequena. A avenida principal talvez não chegue a um quilômetro de extensão. Para os visitantes, só existem dois pontos básicos de referência: Bancos e a própria avenida e suas transversais. Não há como alguém se perder ou esquecer onde deixou o carro, portanto, o estacionamento rotativo torna-se, na verdade, uma grande agressão financeira ao cidadão já tão sobrecarregado de impostos, inclusive, as caríssimas taxas anuais que pagamos pelo direito de ter nossos veículos, já nos resguarda o direito de ir e vir e usar as vias públicas.

Eunápolis precisa de um trânsito melhor orientado, como ultimamente já foi feito. Precisa de mais sinalizações e de campanhas educativas onde o cidadão possa mais consciência sobre atitudes e comportamentos. Um dos maiores problemas do trânsito é o “fornecimento” de carteiras de habilitação a pessoas sem condições técnicas ou psicológicas de guiar algum tipo veículo.

A “zona” azul na verdade, só demonstra a falta de amor ao cidadão, cujo prefeito e sua equipe parecem não entender que a maioria de nosso povo é carente de recursos. A “zona” foi a meu ver, uma atitude infame contra nós, maioria de motoristas, que usamos nosso carro para o trabalho.

Alguma coisa precisa ser feita com urgência. É necessário que a justiça se faça presente e mostre a que veio, através de nossos promotores, enquanto é tempo. Ações incoerentes como essa só causam impactos financeiros negativos à nossa sociedade. Nossos vereadores parecem não entender que deveriam representar o cidadão, ao invés de simplesmente apoiar atos contrários ao bem estar financeiro e social de nosso povo.

Ao que tudo indica, o início do funcionamento deverá acontecer estrategicamente após as eleições.  (Por Carlos Reis)

Nenhum comentário :

Postar um comentário