DENTISTA É INCENDIADA VIVA




A dentista Cinthya Magaly Moutinho de Souza, de 47 anos, morreu na tarde desta quinta-feira, 28, em São Bernardo do Campo, vítima de latrocínio (roubo seguido de morte).



Os criminosos invadiram o consultório da vítima que funcionava nos fundos da sua casa (Ela morava com os pais e uma irmã). Quando perceberam que a vítima só tinha 30 reais, atearam fogo nela ainda viva.


Ao menos três bandidos participaram do crime. A polícia divulgou a imagem de um dos suspeitos.


Até onde vai a sêde de sangue desses marginais. A pessoa é roubada porque trabalhando firme, demonstra que tem patrimônio e é estupidamente assassinada porque não carrega dinheiro na bolsa.



Que país é esse onde marginais podem usar armas e cidadãos comuns não? Somos vítimas das nossas próprias leis que nos obrigam a ficar trancados, porque os bandidos não ficam presos. Para cada prisão feita pela polícia, existem várias portas de saídas legais, que os advogados espertos se aproveitam para por seus clientes em liberdade. 


Imaginem a dor e o desespero que essa dentista passou. Imagina o sofrimento da família que deve ter suado muito para criar e sustentar a filha até que se formasse!













Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.