ABSURDO: HOMEM É INTERNADO PARA RETIRAR BALA DO CORPO E SAI DO HOSPITAL SEM UM RIM

CASO ACONTECEU EM UNIDADE PÚBLICA DE SAÚDE EM RONDONÓPOLIS (MT)  
Alguns médicos e algumas clínicas ou hospitais, principalmente do setor público, continuam cometendo asneiras profissionais, prejudicando a vida de pessoas que precisam do sistema para resolver seus problemas de saúde.

Desta vez, o caso absurdo aconteceu em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, quando o trabalhador Jefferson Hora dos santos, de 39 anos, foi internado em um hospital de Mato Grosso, para retirar uma bala alojada perto da coluna, mas saiu da unidade de saúde sem um dos rins. A vítima teria sido atingida por um disparo após uma briga de trânsito.

A vítima só soube que ainda estava com a bala alojada no corpo, após voltar ao hospital por duas vezes, para retirada dos pontos e reclamar de fortes dores no local. A enfermeira atendente disse que possivelmente era efeito da anestesia. Não tendo outra opção, o rapaz foi a outra unidade que pediu um raio-X e assim o caso foi descoberto.

O pior de tudo é que, ao dar queixa na polícia, ele precisa de um laudo médico, mas o “médico” que o atendeu quando deu entrada no hospital, simplesmente “ainda não terminou o laudo”.
Raio-X mostra a bala

Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.