EUNÁPOLIS – MORADORES PROTESTAM CONTRA NOVAS INSTALAÇÕES DA PROSEGUR

A PREFEITURA DETERMINOU A INTERDIÇÃO DA NOVA SEDE, CONSTRUÍDA EM BAIRRO RESIDENCIAL NOBRE, QUE PÕE EM RISCO A VIDA DE PESSOAS E CONSTRUÇÕES  
Depois do ataque criminoso à sede da empresa de segurança de valores Prosegur, em Eunápolis, em 06/03/2018, cuja ação tirou a vida de um vigilante e deixou 6 feridos, sendo dois em estado grave, além de destruir completamente alguns imóveis e danificar outros, os comerciantes e moradores da área afetada levantaram a voz, questionando o porque de uma empresa, que é alvo constante de criminosos violentos, se instalar numa área central da cidade, pondo em risco a vida de pessoas inocentes.

Foram feitos protestos em frente à área “detonada” pelos meliantes e agora, em virtude da empresa ter-se instalado novamente numa área nobre residencial, cujos imóveis caríssimos tendem a terem os valores rebaixados, com os mesmos riscos, foi feito na tarde desta quarta-feira, 14/03/2018, um novo protesto de moradores e pessoas que foram afetadas pela ação criminosa na semana passada.

Até agora ninguém se prontificou a ressarcir os prejuízos e a empresa, segundo informações das pessoas envolvidas, se recusa a arcar com os prejuízos, mas isso é outra questão que falaremos noutra matéria.

As primeiras instalações, que foram destruídas, não poderiam funcionar onde estava e agora, em outro local, a empresa não cumpre os requisitos para suas instalações, principalmente pelos riscos oferecidos à vizinhança.

A prefeitura então determinou a interdição das novas instalações, que não obedecem ao Plano Diretor Urbano da cidade, localizada na Av. Demétrio Couto Guerrieri, conhecida como Rua da Colônia. Durante o protesto, representantes da prefeitura estiveram no local. O lacre foi posto às 20:00 hs. 

A pergunta que fica é: A determinação da prefeitura será cumprida? Até quando o poder financeiro da empresa fará pressão para continuar nas suas novas instalações? Se conseguirem o alvará, é correto usar as pessoas como escudo? Porque esse é o tema questionado pelo protesto dos moradores prejudicados, que viverão sob o temor de novos ataques, lembrando que, se as bombas que sobraram do ataque, tivessem sido explodidas, teria acontecido uma tragédia de magnitude incalculável.

Confira o vídeo enviado por uma internauta:





Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.