TRAVESTI BRUTALMENTE ESFAQUEADA NO ROSTO DENUNCIOU AGRESSOR UM DIA ANTES DO CRIME

DAS QUATRO VÍTIMAS, DUAS PRESTARAM QUEIXA NA DELEGACIA DA PITUBA  

Um travesti denunciou suspeito de esfaquear “colegas de trabalho” e no dia seguinte ele também foi brutalmente esfaqueado no rosto. Os quatro travestis que foram esfaqueadas na Rua Minas Gerais, na Pituba, em um período de dez dias, temem pela vida. Na quarta-feira, 7, eles prestaram depoimentos na 16ª Delegacia da Pituba, em Salvador, contra o suspeito que seria um homem alto, magro, moreno e que usa um cavanhaque.

A última vítima estava em uma rua com uma colega e foi avisada da aproximação do suspeito, mas não teve tempo de correr, sendo brutalmente esfaqueada no rosto, onde levou vários pontos.  

"Ninguém sabe de onde ele chega e pra onde vai. Passa, registra a pessoa, e, em seguida, vem pra atacar. A gente não sabe como funciona; ele aparece do nada e some. Eu estava de lado quando ele passou por mim, olhou para um lado, pro outro e me atacou no pescoço", relatou uma das vítimas.

Podem criar qualquer nome para esse tipo de crime, mas na verdade, trata-se apenas de um elemento sem nenhum amor ou respeito pela vida, um criminoso brutal que precisa ser detido o mais rapidamente possível.

Informações e foto: Correio da Bahia – Texto: Carlos Rheiz



Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.