Política

Bolsonaro diz que tem apoio de 110 deputados, mas não divulga nomes

Lista não foi apresentada por 'acordo de confidencialidade', segundo coordenador
BRASÍLIA — O pré-candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, anunciou na tarde desta quarta-feira que tem o apoio de 110 deputados federais para as eleições de outubro e para um possível governo. Os nomes dos parlamentares, no entanto, não foram divulgados.
— Temos um acordo de confidencialidade com parlamentares que precisam se acertar com os seus partidos. Tanto que fizemos dez reuniões e não vazou nada — afirmou o deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), coordenador da campanha de Bolsonaro.

O deputado gaúcho carregava um envelope que conteria os nomes dos apoiadores. Mas em nenhum momento o seu conteúdo foi revelado.
— Durante muito tempo aconteceram questionamentos de toda ordem na imprensa brasileira quanto a capacidade do Bolsonaro de construir uma base de apoio sólida no Congresso Nacional. Ele não só tem essa base, como ela está expressa aqui — afirmou Onyx.

Também acompanhavam Bolsonaro dois dos seus filhos, o deputado federal Eduardo (PSL-SP) e o deputado estadual Flávio (PSL-RJ), e um pequeno grupo de parlamentares. Mas a previsão do coordenador de Bolsonaro é de chegar em agosto com o apoio de 150 deputados.
— Nós não queremos apenas disputar a Presidência do Brasil e ganhar, mais do que isso, nós queremos governar. Para governar nós precisamos de cada um parlamentar, deputados e senadores — disse Bolsonaro.

A articulação em torno da definição do nome do candidato a vice-presidente continua. Bolsonaro já convidou o senador Magno Malta (PR-ES) para o posto. A previsão de Onyx é que a definição será entre os dias 15 e 20 de julho. (O Globo).



PUBLICIDADE - Música de O Tigrão do Forró:

Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.