A importância da rotina para o vínculo positivo entre pais e filhos




Pedagoga explica a importância da organização para o desenvolvimento

 

Com o cenário de pandemia, muitas famílias tiveram suas rotinas alteradas e gerando uma desorganização no ambiente familiar com reflexos nas relações pais e filhos.  As crianças, jovens e adolescentes passam mais tempo em casa, e com as atividades externas ainda com restrições, os pais, além dos seus afazeres como trabalho, tiveram que dar conta do processo educativo, seja em aulas remotas ou realização das atividades encaminhadas para casa.  Estabelecer vínculos e criar momentos de afeto em família foi o grande desafio para pais e filhos. Mas também gerou uma oportunidade de aprendizagem nos momentos de interação e de compartilhamento de sentimentos.

 

A relação entre pais e filhos é aquela que deve possibilitar o desenvolvimento pleno, ou seja, físico, emocional, psicológico e social da criança e adolescente. Esse relacionamento estabelece as bases para a personalidade da criança, suas escolhas na vida e no seu comportamento em geral.

 

A pedagoga e coordenadora pedagógica da Faculdade Pitágoras, Raquel Arruda, destaca que “A primeira infância é muito influenciada pelo meio em que a criança convive e tem suas principais interações. O aprendizado infantil começa antes mesmo da criança frequentar a escola, por isso a importância de estabelecer uma rotina.”, explicou.

 

A ideia principal é ressaltar que a família desempenha um papel essencial, é sempre “ser presente”, pois muitos dos hábitos, costumes, normas, entram na rotina com o que se adquire na família, que irá acompanhar as crianças ao longo de toda vida. Sente ao lado dos seus filhos, converse, abrace e cubra de beijos sempre que puder.

 

Raquel Arruda apresenta que “Estabelecer uma rotina faz com que os vínculos entre pais e filhos se fortaleçam, permitindo um desenvolvimento integral da criança. É importante destacar que aliado a nutrição e cuidados com a saúde apropriados, é necessário que pais e filhos possuam um ambiente familiar afetivo, seguro e estimulante. Esses fatores serão base para que a criança cresça de forma saudável e alcance o seu potencial pleno no futuro”

 

A especialista elenca atividade e ações para uma rotina libertadora, fundamental nessa pandemia para garantir segurança, organização, planejamento e desenvolver maior confiança nas crianças:

 

- Horários para alimentação, higiene, sono, cuidado pessoal, estudo, exercícios e brincar;

- Proporcionar um espaço lúdico que favoreça o brincar, o jogo, a diversão, a leitura e os   primeiros entendimentos sobre o mundo, e, assim, proporcionar o desenvolvimento da linguagem, do pensamento, da concentração;

- Oportunizar a criação de brincadeiras próprias que desenvolvam a criatividade e autonomia.

 

Pensar no filho é pensar com amor e afeto, estabelecer as funções de cada integrante da família de forma organizada com vínculos positivos que valorizam a criança no ambiente familiar e no ambiente social.

 

Contribuição: Juliete Neves / Pitágoras

Foto de Agung Pandit Wiguna no Pexels



COMPARTILHE ESTA MATÉRIA, CLICANDO NOS ÍCONES ABAIXO:

Bocão 64

AVISO: Os comentários dos internautas não representam a opinião deste site. Cada internauta é responsável pelo próprio comentário. Seja educado e não ofenda.

Postagem Anterior Próxima Postagem

نموذج الاتصال