Aleatórias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Insatisfeito com Lula, MST ocupa área da Embrapa


O movimento acusa o governo de descumprir os acordos firmados em abril, durante a Jornada Nacional de Luta pela Terra e pela Reforma Agrária

Alvo de uma CPI na Câmara dos Deputados, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocupou nesta segunda-feira (31) uma fazenda da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), na cidade de Petrolina (PE).

O movimento acusa o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de descumprir os acordos firmados depois das ocupações realizadas em abril deste ano, durante a chamada Jornada Nacional de Luta pela Terra e pela Reforma Agrária, o Abril Vermelho.

De acordo com o MST, 1.550 famílias de trabalhadores sem terra invadiram a fazenda e tomaram a estrutura onde seria realizado o Semiárido Show, feira que costuma ocorrer no mês de agosto para apresentar novas tecnologias para os agricultores familiares da região.

Em nota, o MST acusa o Ministério do Desenvolvimento Agrário e a Embrapa de não cumprirem os acordos firmados nas negociações em abril. Segundo o movimento, o acordo previa que parte dos dois mil hectares de terras da Embrapa fosse destinada para reforma agrária. 

“Sem acesso à terra, as famílias têm todo direito de protestarem. A criação de assentamentos no momento de reconstrução da economia do país poderia ser um forte instrumento de desenvolvimento local. A Embrapa Semiárido insiste em usar sua estrutura para fazer feirinha para o agronegócio e para o agronegocinho”, disse o MST em nota.

Fonte: BNews

Postar um comentário

0 Comentários