Aleatórias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Governo Federal segue exemplo de Itabuna e vai criar programa para repassar recursos às famílias vítimas das cheias no Rio Grande do Sul



O Governo Federal finaliza o esboço de um auxílio nos mesmos moldes do Programa Auxílio Recomeço criado pela Prefeitura de Itabuna para atender as famílias desabrigadas do Rio Grande do Sul afetadas pela maior tragédia natural da história do país, a exemplo do que aconteceu em Itabuna, no Sul da Bahia.

Depois das chuvas e enchentes de dezembro de 2021, a Prefeitura de Itabuna institui o Programa Auxílio Recomeço que beneficiou pouco mais de 3.5 mil famílias vítimas das cheias com um com cartão com crédito de R$ 3 mil para a aquisição de móveis, eletrodoméstico, eletroeletrônico ou material de construção no comércio da cidade.



Segundo o prefeito Augusto Castro (PSD), a intenção do governo do presidente Lula em adotar medida semelhante à utilizada em Itabuna para amenizar a dor e o drama dos desabrigados gaúchos, aponta que houve um grande acerto na criação do Auxílio Recomeço há 2,5 anos.

Publicidade:

📲 Grupo de notícias deItabuna e Ilhéus, participe


“Aqui juntamos as doações que o município recebeu de todo o país, através de uma conta PIX da Defesa Civil e complementamos com recursos do município e ajudamos mais de 3,5 mil famílias que perderam tudo, com investimentos que somaram pouco mais de R$ 10,5 milhões”, recordou. “A iniciativa do Governo Federal em fazer o mesmo neste momento para ajudar as vítimas da tragédia do sul do Brasil mostra que acertamos ao criar o Auxílio Recomeço”, disse o prefeito itabunense.

A equipe econômica do ministro Fernando Haddad estuda disponibilizar um voucher no valor de R$ 5 mil para a família atingida pela tragédia natural que afeta todo o Rio Grande do Sul. No caso gaúcho, cada família poderá utilizar o recurso no que achar necessário, inclusive na dedetização e higienização do imóvel residencial submerso.


Postar um comentário

0 Comentários