ITAGIMIRIM: MORRE O PREFEITO RIELSON

ITAGIMIRIM: MORREU O PREFEITO RIELSON LIMA



Morreu nesta terça-feira, 29/07, no hospital regional de Eunápolis, o prefeito de Itagimirim Rielson Lima (PMDB), depois de uma cirurgia para a retirada dos projéteis que lhe atingiram o peito, abdômen e o braço.

O prefeito que tinha 51 anos, foi vítima de vários tiros disparados por dois elementos que estavam em uma praça.

No momento do crime, o prefeito estava em companhia de amigos e um primo em frente a um bar, no centro daquela cidade.

O prefeito ainda correu alguns metros em direção à prefeitura, mas foi perseguido.

Ainda vivo, afirmou ao policial que o atendeu que os criminosos estavam encapuzados.

Rielson foi socorrido pelo SAMU e deu entrada no Hospital Regional de Eunápolis por volta das 20:00 hs. O paciente perdeu muito sangue e foi a óbito no final da cirurgia do abdômen.

Segundo informações, os criminosos fugiram em uma moto, apoiado por outros elementos que estavam dando cobertura em um carro, o que leva a crer, em primeira mão, ser um crime de mando.

Rielson Lima era tido como uma pessoa pacata, estava no segundo mandato e era casado com Saadya Vieira, secretária municipal de Assistência Social.

Os criminosos ainda não foram identificados.

Fatos como esse são lamentáveis e desmoralizam as nossas leis e autoridades. Como pode, no limiar de novos tempos, ainda prevalecer a lei da violência dessa maneira?

Qual o motivo do crime? Esta é uma pergunta que todos estão fazendo e que a polícia vai ter que trabalhar muito para elucidar e prender os culpados.





Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.

2 comentários:

  1. Uma pena e uma grande perda

    ResponderExcluir
  2. estão falando que se não foi crime político foi acerto de débito? será...

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.