PADRE QUE DEFENDE HOMOSSEXUAIS É EXCOMUNGADO PELA IGREJA

O PADRE FOI EXCOMUNGADO POR NÃO SE RETRATAR DE DECLARAÇÕES PÚBLICAS DE DEFESA DOS HOMOSSEXUAIS  
A Diocese do Divino Espírito Santo de Bauru, que fica a 338 km de São Paulo, comunicou neste sábado (15) a decisão oficial da Igreja Católica de excomungar o padre Roberto Francisco Daniel, conhecido como padre Beto. De acordo com o documento, não cabe recurso para a decisão.

A excomunhão só será revista caso padre Beto peça perdão. O religioso foi punido por questionar dogmas da Igreja Católica e falar com aceitação sobre assuntos como homossexualidade.

APÓS ENTREVISTA DO PAPA, PADRE ENTROU NA JUSTIÇA
O ex-padre entrou na Justiça para tentar reverter a excomunhão que sofreu da Igreja Católica por defender os homossexuais e para voltar a frequentar a igreja. O padre disse acreditar que, depois das declarações do papa Francisco sobre os gays, a possibilidade de reverter a situação era maior.

Os advogados do padre chegaram a ajuizar uma medida cautelar, com pedido e liminar, para suspender os efeitos da excomunhão até o julgamento do mérito de uma ação principal para anular o processo de excomunhão. “Com a liminar, o padre poderá voltar a se comungar e a participar de outros sacramentos da igreja”, explicou o advogado Antônio Celso Fraga.

A ação principal pretendia anular o processo de excomunhão, que não teria obedecido ao ordenamento jurídico brasileiro. Segundo Fraga, as ações eram contra a Diocese de Bauru, que não teria dado amplo direito de defesa ao padre e obedecido às regras do ordenamento jurídico brasileiro. Fraga ainda questiona a legalidade da excomunhão automática, que estaria em desacordo com a Constituição Federal.

Segundo o advogado, as declarações dadas pelo papa Francisco sobre os gays eram importantíssimas para conseguir sucesso nas ações. “O papa disse que não cabe a ele julgar os homossexuais e que a Igreja tem de buscar a fraternidade e rever os excessos”, disse Fraga. Para o padre Beto, a situação seria outra, se fosse hoje. “Se fosse agora, após a visita do papa, dificilmente eles teriam me excomungado. Eles entenderiam melhor as minhas declarações”, disse o padre, excomungado por não se retratar de declarações públicas de defesa dos homossexuais.

OPINIÃO DO EDITOR:
O mundo não oferece mais espaços para esses pensamentos medíocres de pessoas, grupos, entidades, etc, sobre o que acham que é certo ou errado. Estamos passando por uma das fases mais críticas da humanidade, quando entramos no início do fim.

Existem problemas mais sérios que as autoridades parecem não ver e colocam panos quentes por cima. As mudanças climáticas provocando fome, sede e doenças, as guerras, a extrema miséria de uns, a ganância da corrupção fazendo corruptores, o crescimento excessivo da população defendido pelos retrógrados religiosos que querem nos forçar a voltar para a idade média onde tudo é proibido e o pior, a crença fanática se baseando em traduções insanas, ao “pé-da-letra” sobre textos bíblicos que não condizem mais com a nossa realidade.


O final está próximo, mas não é o final bíblico  apocalíptico mas sim aquele provocado pela nossa insanidade ao destruirmos o nosso paraíso real que é nosso planeta.
SEU APOIO É MUITO IMPORTANTE. CLIQUE >>AQUI<<  PARA CURTIR NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.