UM ASTEROIDE VAI DESTRUIR A TERRA EM SETEMBRO?

A REPERCUSSÃO DE UMA NOVA DATA PARA O FIM DOS TEMPOS ESTÁ REPERCUTINDO EM TODO O PLANETA  
Tudo começou quando o autoproclamado profeta Ver Efrain Rodriguez declarou que um asteroide gigantesco iria colidir com a Terra e, dessa maneira, daria fim à humanidade. Isso tudo entre os dias 22 e 28 de setembro deste ano.

Ainda que a declaração não tenha qualquer apelo científico, a repercussão de uma nova data para o fim dos tempos foi tamanha que a NASA resolveu se pronunciar sobre o assunto.

Segundo o porta-voz da agência espacial, não há qualquer previsão nesse sentido, e a probabilidade de uma colisão gigantesca é, na verdade, minúscula. “Nenhum objeto grande deverá atingir a Terra pelas próximas muitas centenas de anos”, afirmou o representante da NASA.

MENSAGEM DIVINA
De acordo com os religiosos que ajudaram a difundir a nova notícia do fim dos tempos, governantes de todo o planeta já sabem a respeito da colisão e estariam mantendo tudo em sigilo para evitar espalhar o pânico entre as pessoas “comuns” e, dessa forma, permitir que pessoas ricas e famosas consigam montar alguma estratégia de sobrevivência.

O profeta Rodriguez, que afirma ter recebido uma mensagem de Deus a respeito da colisão, diz que o impacto maior será na região de Porto Rico, que será abalada por uma série de terremotos e tsunamis. A tragédia, segundo ele, será devastadora principalmente na costa leste dos EUA, no México, na América Central e na América do Sul.

Rodriguez fez um apelo à NASA em 2010, pedindo que a agência divulgasse a notícia e, dessa maneira, pudesse remover as pessoas que vivessem nos locais afetados, para evitar maiores catástrofes.
O fato é que o boato se espalhou e, com ele, o medo também. Muitas pessoas começaram a acreditar na previsão de Rodriguez, e a declaração do ministro francês Laurent Fabius, em maio de 2014, serviu como base para quem acredita na profecia. Na ocasião, Fabius falou sobre o que chamou de “caos climático”, que aconteceria caso o mundo não abrisse os olhos em um período de 500 dias.

Fabius, no entanto, estava se referindo à conferência climática das Nações Unidas, que será aberta em novembro deste ano, na França. Ainda assim, depois de suas declarações, as teorias conspiratórias aumentaram cada vez mais, principalmente se considerarmos a influência da internet nesse tipo de assunto: mesmo informações incoerentes viralizam sem que tenhamos controle sobre elas.

SERÁ?
O Daily Mail relatou a história dessa nova profecia de final de mundo e aproveitou também para divulgar o ponto de vista do professor Brian Cox, que já tinha falado a respeito em uma entrevista concedida recentemente.
Cox afirma que asteroides representam um grande perigo para o nosso planeta e que, apesar disso, parecemos não dar a importância necessária para esse tipo de ameaça. O professor aproveitou para lembrar que há alguns meses um asteroide quase chegou até nós.

Com um tamanho de um ônibus, o corpo celeste foi chamado de 2014 EC, e chegou a ficar a “apenas” 61.637 km da Terra – valor correspondente a 1/6 da distância entre a Lua e o nosso planeta. O fato é que a NASA atualmente estuda a movimentação de cerca de 1.400 asteroides possivelmente ameaçadores. Felizmente, ao que tudo indica, nenhum deles deve destruir nosso planeta em setembro.



Via EmResumo / FONTE(S) Daily Mail/Ellie Zolfagharifard  Inquisitr / IMAGENS Pixabay  Daily Mail  Shutterstock

Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.