VIDA DE CRISTIANO ARAÚJO PODE VIRAR FILME

MÚSICAS INÉDITAS E UMA BIOGRAFIA DO CANTOR TAMBÉM ESTÃO NOS PLANOS DA FAMÍLIA  
A morte de Cristiano Araújo não colocará ponto final na obra do cantor. Além das músicas e parcerias que foram reveladas desde o dia da tragédia que vitimou ele e a namorada Alana Moraes, a família e a equipe do sertanejo ainda cogitam lançar novos materiais.

Um disco só com músicas inéditas está previsto, mas ainda não tem data para ser lançado. O cantor deixou algumas músicas não finalizadas que ainda precisam passar pelo processo de produção para serem incluídas em um CD.

Um filme sobre a vida do cantor também não está descartado. Segundo Rafael Vanucci, produtor de Cristiano Araujo, ainda não está certo se o formato será de uma cinebiografia ou um documentário. Um livro também pode compor esse pacote de novidades para os fãs.

— A morte de Cristiano não coloca fim à história dele. Em agosto vamos anunciar como será cada um desses projetos. Temos muito material engavetado do Cris. Só precisamos decidir com a família o que sai, como e quando. Mas não vai demorar.

Desde a morte do cantor, músicas novas foram reveladas todas as semanas. Mais uma música inédita estará presente no DVD Direito de Viver, projeto feito em parceria com o Hospital do Câncer de Barretos.
A última música registrada pelo cantor foi Balada Prime, que tinha o lançamento oficial agendado para o último dia 29. Cristiano também participa de músicas novas em parceria com Babado Novo, Jads e Jadson e Israel Novaes.

Clique >>aqui<< para curtir nossa página no facebook.
VEJA O VÍDEO:
FONTE: http://entretenimento.r7.com/pop/vida-de-cristiano-araujo-pode-virar-filme-23072015

Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.