MÃE DESCOBRE QUE FILHO FOI ESTUPRADO APÓS DENTISTA ENCONTRAR DST NA BOCA DA CRIANÇA

VÍTIMA CONFESSOU TER SIDO ABUSADA PELO VIZINHO, DE 21 ANOS  
Uma mãe descobriu que seu filho de 6 anos foi estuprado depois de uma consulta com a dentista em um posto de saúde no estado de São Paulo. O caso aconteceu na cidade de Avaré. A profissional notou uma ferida na boca da criança e pela coloração e formato, suspeitou que o menino tinha HPV, uma doença sexualmente transmissível.

Depois de três consultas com os médicos da unidade, a suspeita foi confirmada. Depois de ser questionada pela mãe, o menino contou que foi abusado pelo vizinho, um homem de 21 anos. Segundo a Polícia Militar, o suspeito foi preso preventivamente por 30 dias na última terça e negou as acusações. O homem já tem passagens anteriores pela polícia, pelo crime de tráfico de drogas.

De acordo com os policiais, a criança contou o caso com riqueza de detalhes, descrevendo até mesmo as tatuagens do suspeito. O abuso teria acontecido em maio, quando o menino brincava na rua de casa. O vizinho teria forçado a vítima a ir até o quintal de uma residência vizinha, que fica vazia durante o dia e obrigado a criança a fazer sexo oral nele. 

A mãe acreditava que as feridas bucais eram resultado de mordidas, mas o HPV se caracteriza por ter “verrugas” com manchas brancas. A lesão já foi retirada do menino e entregue para autópsia, mas caso retorne, será preciso tratar a doença com o auxílio de medicação.

O suspeito de ter praticado o abuso não tinha sinais do vírus no órgão genital, mas assim como a vítima, fez exames no Instituto Médico Legal para comprovar a enfermidade. O resultado do laudo é aguardado pela polícia até a segunda semana de setembro.
Clique >>AQUI<< para curtir nossa página no facebook.

Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.