HEDIONDO: CASAL PRESO POR TORTURAR FILHA DE QUATRO MESES

O CORPO DA CRIANÇA ESTAVA BASTANTE MACHUCADO, COM MARCAS FRATURAS E MARCAS DE CIGARRO  
Os pais da criança, Ygor do Amaral Dias e Bárbara dos Santos Oliveira, levaram a filha de apenas quatro meses de idade ao pronto socorro, dizendo que ela teria caído de uma banheira. Analisando os machucados, os médicos imediatamente chamaram a polícia, que efetuaram a prisão em flagrante, em Santo André, ABC Paulista, pela acusação de crime inafiançável de tortura.

As investigações policiais revelam que a bebê era agredida diariamente há tempos. A menina tinha marcas de cigarros e várias fraturas pelo corpo, pé quebrado, braço quebrado, etc. Todo o rosto estava bastante desfigurado com afundamento do nariz, dando a impressão de ter levado um soco.

Apesar de tanta brutalidade, a criança não corre risco de morte e está na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) e inspira cuidados. Confira o vídeo abaixo.


Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.