BAHIA REGISTRA PRIMEIRA MORTE SUSPEITA DE FEBRE AMARELA EM CASO CONSIDERADO "IMPORTADO"

VÍTIMA TERIA SIDO INFECTADA EM MINAS GERAIS E MORREU EM CÂNDIDO SALES  
Um homem morreu com suspeita de febre amarela no  município de Cândido Sales, no sul da Bahia. Segundo informações da Sesab (Secretaria de Saúde da Bahia), o caso é considerado "importado", pois o local da provável infecção do paciente é Minas Gerais, onde a vítima trabalhava, e morreu no Hospital Municipal Deputado Luís Eduardo Magalhães, na segunda-feira (23). A Vigilância Sanitária investiga se a vítima estava com a doença.

Outro caso considerado "importado" foi notificado em Teixeira de Freitas, no extremo sul da Bahia. A vítima, moradora de Teófilo Otoni (MG), foi atendida em uma unidade de saúde do município baiano com suspeita de febre amarela, mas o caso foi descartado após exames.

Na última segunda-feira, o Ministério da Saúde tinha divulgado o primeiro caso da doença confirmado na Bahia, mas voltou atrás na terça e informou que houve erro nos dados.  De acordo com a Sesab, até 23 de janeiro, foram notificados sete casos suspeitos de febre amarela em três municípios da Bahia - dois em Teixeira de Freitas, quatro em Coribe e um em Itiúba. Das notificações, seis estão em investigação e uma foi descartada por exame laboratorial.

Prefeitos e secretários de saúde de diversos municípios baianos, localizados nas regiões oeste, sudoeste e extremo sul, se reuniram na terça-feira, no CAB (Centro Administrativo da Bahia), em Salvador, para discutir estratégias de prevenção e controle da febre amarela. A reunião foi convocada pela Sesab, com foco nas 67 cidades que já intensificaram a vacinação contra a doença por conta da proximidade com Estados que registraram casos recentes de febre amarela.

Dos 67 municípios com vacinação reforçada, 45 estão localizados na área de risco permanente para transmissão da febre amarela silvestre. São eles: Angical, Baianópolis, Barra, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Brejolândia, Buritirama, Campo Alegre de Lourdes, Canápolis, Carinhanha, Casa Nova, Catolândia, Cocos, Coribe, Correntina, Cotegipe, Cristópolis, Feira da Mata, Formosa do Rio Preto, Ibotirama, Itaguaçu da Bahia, Iuiú, Jaborandi, Luís Eduardo Magalhães, Malhada, Mansidão, Morpará, Muquém de São Francisco, Paratinga, Pilão Arcado, Remanso, Riachão das Neves, Santa Maria da Vitória, Santa Rita de Cássia, Santana, São Desidério, São Félix do Coribe, Sento Sé, Serra do Ramalho, Serra Dourada, Sítio do Mato, Sobradinho, Tabocas do Brejo Velho, Wanderley e Xique-Xique.


Os demais 22 apresentam grande circulação de pessoas vindas do estado de Minas Gerais, seja em viagens turísticas ou de negócios. É o caso de Alcobaça, Belmonte, Caravelas, Eunápolis, Guaratinga, Ibirapuã, Itabela, Itagimirim, Itamaraju, Itanhém, Itapebi, Jucuruçu, Lajedão, Medeiros Neto, Mucuri, Nova Viçosa, Porto Seguro, Prado, Santa Cruz de Cabrália, Teixeira de Freitas, Vereda e Vitória da Conquista.




FONTE: R7

Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.