IMAGENS FORTES / VÍDEO: MATERNIDADE ARMAZENA BEBÊS MORTOS EM FREEZER DE ARMAZENAR ALIMENTO

A DENÚNCIA PARTIU DE UM ARTISTA PLÁSTICO, TIO DE UMA BEBÊ QUE MORREU APÓS O PARTO  
Um artista plástico de 61 anos, teria entrado em contato com a mídia e denunciado o caso, após descobrir que o bebê de sua sobrinha, que acabara de falecer durante o parto, tinha sido guardado em uma gaveta.

Um site de Manaus, recebeu uma denúncia de que bebês que morrem na hora do parto, são armazenados em geladeiras e freezers da maternidade Balbina Mestrinho, bairro da Praça 14 de Janeiro, zona Sul de Manaus.

Assim como existe no Instituto Médico Legal (IML), todas as unidades hospitalares do Estado deveriam ter câmaras mortuárias. Elas são adequadas para a armazenagem dos corpos de pessoas ou mesmo bebês que morrem dentro de hospitais.

De acordo com o denunciante, essa situação permanece até a liberação do corpo, no caso da sobrinha, foram 2 dias. Os familiares não souberam explicar o motivo pelo qual os bebês demoram para serem liberados.

De acordo com o diretor da Balbina Mestrinho, o freezer citado na denúncia, é usado especificamente para armazenar os fetos e que ficam durante um mês para ser disponibilizado para os familiares. A pergunta é: Porque isso? Onde estão os freezers apropriados? Qualquer pessoa que ver um corpo guardado numa geladeira ou frezer comum, ficam assustados e devem denunciar.

O corpo do bebê ficou armazenado enquanto realizava os trâmites de retirada de atestado de óbito e que isso foi apenas uma necessidade específica.

ATENÇÃO: O vídeo abaixo contém cenas que podem ser consideradas chocantes, por isso não é recomendado para menores ou pessoas sensíveis. Se você clicar no play, estará automaticamente se declarando maior de idade e perfeitamente apto e responsável pelas suas atitudes.





VEJA TAMBÉM: Médicos erram e retiram bexiga de bebezinha de 4 dias. 


Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.