MUCURI: SUSPEITO DE SEQUESTRAR E MATAR TAXISTA EM CAMACAN É MORTO EM CONFRONTO COM A POLÍCIA

A COMPANHEIRA DELE FOI PRESA, ESTÁ GRÁVIDA E NÃO OFERECEU RESISTÊNCIA  
O vil elemento suspeito de matar o taxista Alex Cruz Ferreira, de 38 anos de idade, identificado como Álisson Vinhas (vulgo Biri), foi detonado em confronto com a Polícia Militar de Mucuri, extremo sul da Bahia, na tarde deste sábado, 16.

A companheira e comparsa dele, suspeita de cumplicidade no assassinato do taxista, grávida de 7 meses, não resistiu à prisão. Ela foi identificada como Inar Rocha Souza.

O taxista fez uma corrida para a dupla em seguida desapareceu. O corpo dele foi encontrado na zona rural de Canavieiras, crivado de balas.

A polícia recebeu informações sobre a localização do casal. Ao perceber a aproximação da polícia, Alisson tentou fugir numa moto, houve perseguição e troca de tiros. Na casa onde estava a esposa de Alisson, também se encontrava o irmão dela, Emanoel Rocha Souza. No local foram encontrados 15 munições de ponto-40, um tablete de maconha, uma máquina de cartão de crédito, 2 relógios, dinheiro, 5 celulares e duas identidades falsas.

O corpo do taxista, chegou na tarde deste sábado, do Departamento de Polícia Técnica de Itabuna, (DPT), e foi levado diretamente para o cemitério Jardim da saudade, onde foi sepultado. 




Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.