Gerais

Vídeo - Líder de facção criminosa foi executado com mais de 70 tiros de fuzil em carro blindado

Toda a ação foi meticulosamente planejada e mais parecia uma cena de filme
Um caso que virou repercussão nacional, chama a atenção de todos, pela ousadia, desafiando todos os limites da lei. Carlos Roberto Ferreira, conhecido como o “Galo”, considerado um dos chefes da facção criminosa PCC, foi executado a tiros de fuzil, dentro do próprio carro, que estava estacionado numa rua, numa ação meticulosamente planejada, que mais parecia uma cena de filme.

Os bandidos pareciam saber da blindagem do carro contra armas comuns, então eles chegaram em número de quatro, armados de fuzis e fizeram pelo menos 70 disparos, que perfuraram facilmente a blindagem do automóvel.

Os elementos também sabiam da existência das câmeras, evitando serem filmados. Em seguida fugiram do local para destino ignorado.

A vítima foi socorrida ao Hospital Municipal do Tatuapé, mas não resistiu aos ferimentos. O caso ganhou repercussão nacional. A polícia investiga o caso.

Dentro do carro da vítima, foram encontrados cerca de R$ 73 mil reais, o que leva a crer, que o moço pretendia fugir para outro local. A polícia investiga o caso. Confira o vídeo abaixo. Se estiver acessando pelo celular, vire o aparelho na horizontal.




Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.