Gerais

Acidentado sofreu uma “decapitação interna” e sobreviveu para contar

A cabeça se desprendeu internamente da coluna durante um acidente e ele escapou por milagre
O norte-americano Brock Meister, de 22 anos de idade, pode ser considerado um homem de muita sorte, ou de muito azar, ou talvez até alguém que tenha 7 vidas.

Ao nascer, os médicos descobriram que ele não estava respirando e, para piorar, teve uma série de convulsões antes de ter de ser reanimado.
Na adolescência, Brock foi diagnosticado com um câncer no cérebro e teve que se submeter a sessões de quimioterapia e radioterapia para combater a doença, mas o pior estava por vir e ele sobreviveu por milagre.

Depois de uma bebedeira, ao voltar pra casa, ele pediu a um amigo sóbrio, que dirigisse a sua caminhonete. No caminho, o veículo derrapou sobre uma camada de gelo, o motorista perdeu o controle e o carro capotou.

O impacto foi tão violento, que ele acabou quebrando o vidro da sua janela com a cabeça. Após o acidente, Brock disse que começou a sentir sangue escorrendo de sua cabeça e uma forte dor no pescoço. Ele tentou sair do carro, mas foi impedido por um amigo e isso salvou a sua vida.

O acidente provocou uma “luxação traumática atlanto-occipital”, ou seja, uma decapitação interna. Em outras palavras, o crânio de Brock se separou da coluna espinhal e, na grande —grande — maioria dos casos, consiste em uma lesão fatal. São raríssimas as pessoas que conseguem chegar com vida ao hospital, mas estamos falando de um cara com muita sorte.

Os neurocirurgiões colocaram uma porção de pinos e hastes para realinhar o crânio dele com a coluna e “prender” os dois novamente. Brock ainda está se recuperando e graças à fisioterapia, já recuperou cerca de 50% do movimento do pescoço. O jovem ainda sente dores esporadicamente, mas teve muita sorte de não morrer nem de perder o movimento do corpo e tem completa noção de que escapou por pouco.

Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.