Gerais

Bahia - Suspeito de 150 mortes é preso com a esposa


Líder de facção era um dos cinco mais procurados do estado
Willian Santos Alves, 36 anos, conhecido como Nem Bomba, foi preso no sábado, 01/09/2018 em Pernambuco. Segundo a Polícia Civil, ele era um dos cinco criminosos mais procurados do Estado, comandava uma facção que agia no sudoeste baiano, centralizado em Vitória da Conquista e sobre ele pesa a suspeita de envolvimento em pelo menos 150 homicídios na Bahia, num período de cinco anos.

Ele já estava sendo monitorado desde a semana passada, enquanto se escondia no Espírito Santo. Ontem, ele foi e a mulher Jaqueline da Silva Carvalho, de 24 anos, foram presos em Vitória de Santo Antão, em Pernambuco, numa ação conjunta das polícias da Bahia, Pernambuco e do Espírito Santo. A esposa também tinha mandado de prisão expedido em seu nome.

Ele também é apontado como responsável por roubos a bancos e por comandar o tráfico da região. Preso em 2013, o suspeito saiu da cadeia em 2016 para responder aos crimes em liberdade provisória.

Em liberdade, Nem voltou a comandar a facção e deixou a Bahia, passando a agir em outros estados. Em maio deste ano, ele roubou R$ 400 mil de um carro-forte em um shopping de Vila Velha, no Espírito Santo, entrando também no radar de polícias de outro estado. 

O trabalho meticuloso e exaustivo da 10ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Vitória da Conquista) durou dois anos e meio, que também efetuou a prisão de Dinda, líder do tráfico no oeste baiano, preso no interior de São Paulo durante a semana. "Menos duas lideranças impunes".
Como Nem Bomba também tem mandado de prisão do Espírito Santo, ainda não se definiu onde ele ficará preso.




Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.