Gerais

Vídeo - Jovem tortura e mata a própria mãe com a ajuda do namorado

A assassina copiou de uma novela atual, a idéia de injetar bolhas de ar na veia da vítima
Um crime planejado há mais de um ano, foi realizado no dia 02/10/2018 por uma jovem, com a ajuda do seu namorado e chocou o país, ao ser divulgado por toda a mídia nacional. A empresária Dercelene Botelho Garcia, de 51 anos foi morta pela própria filha, em Petrópoles, região serrana do Rio de Janeiro.

O crime só foi descoberto porque a empresária desconfiava que estava sendo roubada pela filha e pediu ao marido (padrasto da suspeita), para instalar uma câmera de segurança no quarto. O equipamento, muito bem disfarçado, flagrou toda a movimentação da cena do crime. Um coisa estarrecedora.

Paloma Vasconcelos, de 21 anos, confessou o crime, cometido com a ajuda do namorado Gabriel Molter, de 26 anos.

A polícia informou que os suspeitos usaram formol para dopar Dircelene e que ela foi torturada por 40 minutos até a morte. Após ser dopada, a mulher teve bolhas de ar injetadas na veia através de uma seringa, para disfarçar o crime, aparentando morte natural. A criminosa aprendeu sobre as bolhas de ar na veia, vendo uma famosa e atual novela brasileira.

Nas imagens do vídeo, a filha aparece com um saco plástico e uma seringa nas mãos; O namorado fuçando os pertences da vítima e também puxando a idosa pelas pernas.

Numa outra cena, o casal aparece de roupas íntimas e usando luvas cirúrgicas, para não deixar vestígios do crime. Também é possível ver a jovem explicando ao namorado como usar um estetoscópio, aparelho médico para escutar os batimentos cardíacos, com a finalidade de confirmar a morte da mãe. Em seguida, o casal altera a cena do crime.

Quando o marido chegou em casa e se deparou com a cena do crime, ligou para o Samu, em companhia de Paloma, que disfarçava muito bem a sua atuação criminosa. O Samu tentou reanimar a vítima, mas acabou atestando a morte por causa indeterminada. A mulher foi enterrada normalmente, mas ao ver as imagens do vídeo, a polícia pediu a exumação do corpo e a verdade veio à tona.

O casal foi indiciado e vai responder pelos crimes de homicídio duplamente qualificado e dissimulação.

Entenda o caso
O laudo da exumação do corpo aponta que Dircelene morreu por asfixia mecânica e por sufocação direta. De acordo à advogada do viúvo, a motivação do crime foi patrimonial. Segundo a advogada, o viúvo vai abrir mão de toda a herança em favor dos pais da vítima. Ele não tem interesse pelos bens.

De acordo informação de familiares, existia um conflito entre mãe e a filha.  A mãe cobrava uma posição da filha, em relação a trabalho e não aceitava o namorado dela, que não demonstrava nenhuma aptidão para uma vida prática, com trabalho. Ele estava proibido de entrar na casa.




Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.