Eunápolis

Eunápolis – Professores fazem manifestação / Secom informa aumento salarial de 4,17% para a classe

Os profissionais da educação alegam aumento de carga horária
Quase todos os anos, uma história se repete em Eunápolis, uma bela cidade o extremo sul da Bahia, quando um determinado prefeito toma alguma decisão, causando um verdadeiro assanhaço entre os profissionais da educação.

Na manhã desta sexta-feira, professores se manifestaram num misto de caminhada e carreata, incluindo a presença de muitas motos, pelas principais ruas da cidade, fazendo uso de faixas, carros de som, discursos e palavras de ordens, exigindo respeito pela classe.

Segundo os professores, a prefeitura aumentou a carga horária, além de falarem das péssimas condições de algumas escolas, incluindo na zona rural, onde aulas são ministradas em local inapropriado e também do excesso de alunos por salas de aula. Na manifestação, alegaram que cerca de 200 profissionais perderão o emprego.
Um dos motivos da ira desses profissionais tão importantes em nossas vidas, foram as falas de um certo radialista, que, segundo informaram, “sentou” a lenha nos professores, chamando-os de preguiçosos, gerando uma onda de descontentamento geral. Durante a manifestação, os locutores rebateram o radialista, num misto de fúria e indignação.



Volta às aulas
Segundo a Secom (Secretaria de Comunicação), o ano letivo 2019 recomeçará na próxima segunda-feira, 11/02, quando as escolas municipais receberão os quase 20 mil estudantes eunapolitanos que terão mais um ano letivo com professores qualificados, transporte gratuito na sede e na zona rural e merenda escolar de qualidade.

Reformas e aumento salarial
Ainda segundo a Secom, 20 escolas já foram reformadas com recursos próprios, neste ano de 2019 outras 22 unidades passarão por reforma e ampliação (quando necessário), totalizando 100% das unidades de ensino requalificadas, visando proporcionar maior conforto aos alunos e profissionais da educação, melhorando assim o processo de ensino-aprendizagem. Além da reforma das escolas, foi autorizado um aumento salarial de professores para o ano de 2019, concedendo reajuste de 4,17%, mantendo assim o piso salarial de Eunápolis superior em 24% ao piso nacional.


Reivindicação sem causa
Sites relacionados à prefeitura dizem que a luta dos professores é sem causa e que a reivindicação deles não se justifica, informando que a Lei Federal determina que os professores cumpram 2/3 da carga horária em sala de aula, ou seja, se a carga horária é de 20 horas, 2/3 dela são 13 horas e não 13 aulas de 50 minutos. Quem tem razão?

A função dos meios de comunicação é noticiar os fatos, sem tomar partido. Nós, do Bocão 64, somos um site independente, sem ligações políticas.


PUBLICIDADE:

Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.