Mulher que se diz “serva de Deus” usa ferro para espancar homossexual

A agressão ocorreu em Cuiabá, no Mato Grosso, e viralizou na internet
Uma mulher espancou um homem gay, funcionário de uma agência de turismo de Cuiabá, em Mato Grosso, alegando que, por ela ser “serva de Deus”, a vítima teria que morrer devido à sua orientação sexual.

O momento das agressões foi filmado e rapidamente se propagou na internet, gerou repúdio entre usuários da rede que foram contra a ação da suposta religiosa.


Nas imagens, é possível ver a mulher afirmando que acima dela “só Deus”. Recheado de comentários homofóbicos, a gravação foi feita por pessoas que passavam pelo local, acompanhando o rapaz agredido. Eles estavam em uma rodoviária, em frente ao local de trabalho da vítima.
PUBLICIDADE:

O homem tentou escapar da criminosa e entrou na loja em que trabalhava. Porém, a agressora foi atrás dele e usou um ferro, que delimitava a fila de atendimento, para espancá-lo. Em seguida a agressora destruiu vários objetos do ambiente.


Em desespero, ele pediu para a mulher parar com os ataques e se afastar dele. Veja o vídeo:


Bocão 64

AVISO: Os comentários dos internautas não representam a opinião deste site. Cada internauta é responsável pelo próprio comentário. Seja educado e não ofenda.

Postagem Anterior Próxima Postagem

نموذج الاتصال