feminicídio

Vídeo/Cenas Fortes - Após matar a ex a facadas, homem acendeu cigarro e disse: “Já matei”

 


Segundo testemunha, o criminoso chegou a parar um pouco para "pegar um fôlego" e, depois, seguiu desferindo as facadas

Relatos de testemunhas detalham os últimos momentos de Rosileia Pereira Freitas, 36 anos, assassinada por volta das 16:30 hs do último sábado (13/02/2021) pelo ex-companheiro Diego Nunes Freitas, 40. A mãe da vítima viu a filha ser abordada e esfaqueada cerca de 30 vezes. Mesmo com a mulher caída ao chão e sem qualquer reação dela, o autor sentou em cima do corpo e continuou cometendo a agressão. O crime ocorreu no meio da rua, na QND 52, em Taguatinga.

A mãe de Rosileia, Maria Helena Pereira Freitas, disse em depoimento que elas estavam na calçada, quando o Diego as viu e se aproximou correndo armado de peixeira, desferindo golpes no pescoço e nas costas da filha.


A faca, tipo peixeira, usada no crime

A mãe gritou para o acusado não fazer aquilo, mas ele só parou porque um rapaz que passava na rua bateu nele com uma barra ferro. Maria Helena afirmou que a filha foi casada com Diego por 20 anos e, dessa relação, o casal teve dois filhos.

Os gritos de Rosileia foram intensos, chamando a atenção da vizinhança. A mãe da vítima desferiu golpes de sombrinha no agressor, mas de nada adiantou. Testemunha afirma, que a mulher ferida não tinha movimento algum e, mesmo com a mãe da vítima gritando, ele não parava.

Segundo ela, o agressor ficou em cima da vítima, dizendo: “Você acabou com a minha vida”. A testemunha então ligou para a polícia.

Uma testemunha afirma que o criminoso chegou a parar um pouco para “pegar um fôlego” e, depois, seguiu desferindo as facadas. Diante da situação, uma moradora chegou a ameaçar Diego com um pedaço de madeira.

Outro morador, ao ouvir os gritos e ver a cena, pegou um ferro e foi para cima do assassino. Disse que, quando chegou perto dele, o agressor soltou a faca e falou: “Já matei”. O criminoso, ainda de acordo com o relato, acendeu um cigarro e ficou conversando com o morador até a chegada da Polícia Militar.

O crime ficou registrado por câmeras de segurança. Diego foi preso em flagrante e vai responder pelo crime de feminicídio, com pena que varia de 12 a 30 anos de prisão.

ATENÇÃO: As imagens a seguir podem ser consideradas fortes e não são recomendadas para menores de idade ou pessoas sensíveis. Se você prosseguir, por sua conta e risco, estará automaticamente se declarando maior de idade e perfeitamente apto(a) e responsável pelos seus atos.

O vídeo abre com 2 cliques:

FONTE:  METRÓPOLES


PUBLICIDADE:

 

Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.