Civis ucranianos dão comida envenenada para soldados russos, dois morrem e outros estão hospitalizados




A Ucrânia é um país com território equivalente ao Estado de Minas Gerais e a população equivalente à do Estado de São Paulo. O pequeno país tem grandes reservas de energia e as melhores terras agricultáveis da região. Isso fez nascer cobiça no presidente da Rússia, que achou que seria fácil invadir e tomar parte do território, mas as coisas não aconteceram exatamente como planejado. A Rússia mexeu com um pequeno formigueiro que não se entrega nem se deixa vencer facilmente.




A Rússia, um país maior que o Brasil, fez muitos estragos, invadiu, lançou mísseis, destruiu prédios, civis inocentes morreram incluindo crianças e idosos, mas os ucranianos defendem a pátria da maneira que pode, com ajuda de equipamentos e alimentos vinda de outros países e com seu povo valente.




Os civis ajudam como pode, inclusive fornecendo alimentos para suas tropas e armando “pegadinhas” com os russos. Segundo informações de autoridades do país, divulgados neste sábado, 02/04/2022, dois militares russos morreram e 28 militares estão internados em UTIs com problemas alimentares. Moradores de Izium, distrito ocupado pelos russos no leste da Ucrânia, deram bolos envenenados aos invasores. Como se não bastasse, cerca de 500 militares russos estão internados por ingestão de bebidas alcoólicas de origem duvidosa.

 

A sabotagem civil é um esforço de resistência dos cidadãos ucranianos que tiveram suas cidades e lares invadidos.

 

Estragos e o povo recolhendo ajuda humanitária. Fotos: Captura de tela de vídeos

Izium ocupa um local estratégico fundamental para os russos, que serviria de base aos ataques promovidos na região de Donbass. A cidade próxima à fronteira, serviria de base de abastecimento para tropas russas.




Iniciada em 24 de fevereiro, a guerra  já dura quase 40 dias, sem sinais de acordo, o que deixa o mundo preocupado, com a guerra em si e com a possibilidade dela ser o estopim para uma guerra mundial.  




Os estragos da guerra são visíveis e torturantes psicologicamente para a população. Cerca de 10 milhões de ucranianos deixaram suas casas e 4,5 milhões já buscaram auxílio em outros países.



 


Tanques de guerras destruídos nas ruas. Foto: Captura de tela de vídeo

FOTO DA CAPA: CAPTURA DE IMAGEM DE VÍDEO



 


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA, CLICANDO NOS ÍCONES ABAIXO:

Bocão 64

AVISO: Os comentários dos internautas não representam a opinião deste site. Cada internauta é responsável pelo próprio comentário. Seja educado e não ofenda.

Postagem Anterior Próxima Postagem

نموذج الاتصال