Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

“Estrela" de vídeos eróticos, Tigresa vai ser candidata a deputada estadual em MT



Esther Caroline Perralto, de 24 anos, famosa nas mídias sociais como Tigresa Vip, estrela de filmes pornôs caseiros, quer ser candidata a Deputada Estadual

A moça desinibida, natural de Alta Floresta, a 803 quilômetros de Cuiabá, se filiou ao Partido dos Trabalhadores (PT) e seu nome é apontado como uma das pré-candidatas aptas a disputarem uma das 24 cadeiras na Assembleia Legislativa de Mato Grosso. As informações são do site OlharMT, onde você poderá conferir a matéria completa.

 

A definição quanto ao nome de Tigresa e outros pré-candidatos para a Assembleia e Câmara dos Deputados, se deu durante encontro realizado nesta quinta-feira, 14/04/2022, na sede da Central Única dos Trabalhadores (CUT-MT), no, bairro Areão, em Cuiabá. Confira um vídeo no Facebook, clicando aqui.


Foto: Reprodução 



TIGRESA VIP

A trajetória de Tigresa enquanto “pessoa pública” é marcada por polêmicas, preconceitos e críticas, que vieram à tona em 2015, quando ela ainda era uma adolescente com 17 anos e passou a gravar vídeos pornôs que eram exibidos por ela sem qualquer constrangimento.


Foto: Reprodução



A jovem era casada com um homem mais velho que também participava das cenas, tanto participando das relações sexuais como filmando a garota transando com outros homens. Naquela época ela foi entrevistada por sites de notícias e blogs e deixou claro que fazia os vídeos pornôs por vontade própria e que mesmo sendo menor de idade, já respondia por si, pois teria sido emancipada.





No direito brasileiro, a emancipação é o ato legal que faz com que pessoas se tornem capazes na esfera civil antes de completarem 18 anos.



Desde então, a jovem continua gravando suas aventuras sexuais com diversos parceiros, nos mais diferentes e inusitados lugares. Os vídeos são divulgados em plataformas de vídeos na internet e largamente compartilhados em aplicativos como WhatsApp. Ela tem vídeos gravados em diversos locais públicos, incluindo rodovias, matagal e locais fechados como casas e quartos de motéis que a mostram mantendo relações sexuais ou se masturbando.



Foto: Reprodução do site OlharMT



Em vídeos publicados na internet, Tigresa afirma que seu trabalho não é somente tirar a roupa e fazer cenas de nudez. “Eu protesto por todos que não tem coragem de reagir porque estou cansada de pagar impostos e ver as estradas esburacadas, ver faltando remédio nos hospitais, ver faltando merendo escolar, estou cansada de muita coisa, por isso eu protesto”, diz a jovem.






EM TEMPO:

Tigresa começou sua “carreira” nas mídias sociais em 2015, quando tinha 17 anos, fazendo protestos completamente nua, por melhorias de rodovias na sua região. Ela tem hoje mais de 1,5 milhões de inscritos em seu canal no Youtube, onde posta vídeos com temas variados. Logicamente, no canal, não “interpreta” cenas de sexo explícito. 



 

Ultimamente Tigresa fez um vídeo sentando completamente nua no colo de um homem, perguntando se ele era petista, pois só assim permitiria que o mesmo “contracenasse” com ela, na cena erótica.


facebook da linda tem mais de 4.900 amigos e incríveis mais de 446 mil seguidores, sem contar as outras redes sociais. Ninguém pode negar que ela é sucesso.  


Foto: Reprodução Redes sociais / Facebook


Polícia indicia marido de menor de 17 anos que posta vídeos nua em MT:

Em 20/11/2015, o site G1/MATOGROSSO, publicou uma matéria com o título acima, relatando que o marido da jovem Tigresa, ainda menor de idade, teria sido indiciado por fazer vídeos de sua esposa, completamente nua, ou semi-nua, em locais públicos, sendo que o material era veiculado nas redes sociais, incluindo o WhatsApp, pela própria menor.

 

O homem responderia pelos crimes de registrar e distribuir ou divulgar cena pornográfica envolvendo adolescente, previstos nos artigos 240 e 241-A do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), cujas penas mínimas somadas podem chegar a sete anos de reclusão, além de multa. A adolescente, por sua vez, responderia por ato infracional similar ao crime de ato obsceno.

 

O G1 informou na época, que o casal foi conduzido à Delegacia após a abertura de inquérito para apurar o caso, mas ninguém foi preso. Nas páginas criadas pela jovem nas redes sociais, suas fotos e vídeos dividem opinião: há aqueles que a criticam pela sua exposição e outros que a elogiam pela coragem. 




COMPARTILHE ESTA MATÉRIA, CLICANDO NOS ÍCONES ABAIXO:

Postar um comentário

1 Comentários