Aleatórias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

'A história de Ilhéus se confunde com o sucesso', diz governador na abertura do Chocolat Festival



O evento segue até o próximo domingo, 23 de julho, no Centro de Convenções

A cidade de Ilhéus abriga mais uma vez o Chocolat Festival, maior evento de cacau e chocolate da América Latina. Na noite da última quinta-feira (20), o prefeito Mário Alexandre e o vice-prefeito Bebeto Galvão receberam a comitiva presidida pelo governador Jerônimo Rodrigues, que estava com parte do seu secretariado, além de deputados, assessores, imprensa e autoridades militares e religiosas. O ato marcou a abertura oficial da 14ª edição do Festival Internacional de Chocolate e Cacau na cidade e a 30ª edição já realizada no Brasil e no exterior.

O evento segue até o próximo domingo, 23 de julho, no Centro de Convenções e promete atrair 70 mil pessoas, com programação gratuita que agrega gastronomia, turismo, lazer e oportunidades de negócios. No encontro deste ano há expectativa de atração de mais de 300 expositores e de pelo menos, 120 marcas, movimentando R$ 20 milhões na economia regional.

Prefeito de Ihéus, Mário Alexandre


“A palavra é gratidão. Agradeço a Deus em primeiro lugar, porque conseguimos desenvolver ações importantes para o turismo, com geração de emprego e renda. Agradeço ao governador Jerônimo Rodrigues, a toda equipe do Governo da Bahia e ao nosso amigo Marco Lessa. É essa união que faz o evento acontecer. É essa união que tem dado resultado”, declarou Mário Alexandre.

Durante visita aos stands, o dirigente estadual ressaltou a força da economia solidária e seu potencial de comercialização, movimentando toda a cadeia produtiva da região sul.


“A história de Ilhéus já se confunde com o sucesso. Nós temos uma sequência de sete anos de uma gestão comprometida com boas ações e que cuida da cidade para que os moradores e turistas possam ter qualidade de vida. Portanto, um evento como esse revela a autoestima do povo. Nós continuaremos parceiros nesse projeto e vamos dar continuidade ao trabalho que vem sendo desenvolvido em Ilhéus”.

Já o empresário e idealizador do evento, Marco Lessa, afirmou que o festival firma o sul da Bahia como uma das principais regiões produtoras de chocolate de origem do Brasil.


“Eu sou muito grato. Quando começamos o evento eram 13 stands, sete doados e seis vazios. Mas conseguimos perceber a potencialidade da nossa região e a disposição do empreendedor rural, transversalizando turismo, com agregação de valor e fortalecimento de toda cadeia produtiva de uma região pujante e rica historicamente. O Festival reuniu todos esses ativos no mesmo ambiente. Aqui temos muitas pessoas capazes e muitos produtos bons. Ficamos muito felizes em contribuir com essa mudança positiva na região”.

Nos próximos dias público terá à disposição uma vasta programação que inclui atrações musicais, gastronômicas, estandes de comercialização de produtos, fóruns e palestras que apresentam toda a cadeia produtiva que vai do cacau ao chocolate, além de workshops, exposição, recreação, minicursos de confeitaria e exposição.

6º Fórum Anual do Cacau - Além dos stands de marcas de chocolate, também são apresentadas iniciativas voltadas à inovação e tecnologia. O encontro tem entre seus objetivos disseminar conhecimento, compartilhar casos de sucesso e unir os diferentes atores da cadeia para discutir soluções rumo a um setor mais próspero e sustentável.

“Nós temos em Ilhéus um evento que projeta o cacau e chocolate baiano para diversas regiões do Brasil e para o mundo. Nosso chocolate de origem ganha mercado pelo manejo e qualidade do cacau, além da sua mais importante característica: a preservação ambiental”, acrescentou Bebeto Galvão.


Por Sucom

Postar um comentário

0 Comentários