CHOCANTE: VÍDEO MOSTRA JOVEM PEDINDO SOCORRO ANTES DE SER MORTO POR POLICIAIS

NO VÍDEO, GRAVADO POR UM CINEGRAFISTA AMADOR, UM DOS PMS DISPARA QUATRO VEZES DE FORMA SEGUIDA  
Suspeito de ser traficante,  jovem foi alvejado no Jardim São Luís. SSP diz que ele reagiu. Moradores desmentem. Policiais não seguiram método de contenção.

Na última terça-feira (9), o jovem Thiago Vieira da Silva, de 22 anos, foi alvejado por dois policias na região do Jardim São Luis, na zona sul de São Paulo. No vídeo, gravado por um cinegrafista amador, um dos PMs dispara quatro vezes de forma seguida. Em seguida, já inconsciente, o suspeito é alvejado mais seis vezes pelos dois agentes.

Na versão dos policiais, houve um tiroteio. Versão que não foi confirmada por moradores locais, que afirma que o jovem foi rendido e executado. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) afirmou que por volta das 23h50 de terça-feira, os PMs prenderam em flagrante Leandro Pereira dos Santos, 20 anos, com uma bolsa carregada de drogas, e que Thiago, teria tentado fugir. "Em dado momento, Thiago se abrigou entre dois carros que estavam estacionados e voltou a atirar contra um dos PMs, que revidou. Outro policial veio em apoio, se aproximou pelo lado direito e também atirou, acertando o suspeito que morreu no local", afirma a SSP.

Ainda segundo o órgão, ao lado do corpo foi encontrado um revólver calibre 38. Com o jovem preso, foi encontrado na mochila 80 papelotes de maconha, 219 pinos de cocaína, 58 frascos de lança perfume, 34 pedras de crack, além de R$ 14,80 e um celular.

Alguns moradores contestaram a versão da secretaria a uma equipe da Rede TV que esteve no local. "Como é que ele grita socorro três vezes antes de morrer se estivesse fugindo?" questionou. Ainda segundo um adolescente, que não se identificou à equipe de reportagem, após a execução, os policiais voltaram ao local para revistar os celulares dos moradores. "Ele chegou, apontou a arma e falou pra mim virar pra parede, e pediu o celular. Queria ver se tinha vídeo", afirmou.

Um amigo de Thiago falou dos últimos momentos do jovem vivo. "Poderia ter sido eu ou outro amigo nosso. A gente estava na rua, bebendo. Ele ainda ajudou um nosso amigo que estava bêbado a voltar pra casa. Só de pensar que as últimas palavras dele foram com a gente, dá um aperto enorme", disse.
O Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) informou que instaurou um inquérito policial para investigar o caso.

OPINIÃO DO EDITOR:
Existem diversos casos de abuso policial relatados oficialmente e outros extra oficialmente, comentados entre amigos ou numa comunidade qualquer, por medo de retaliações ou simplesmente “vingança” desses policiais.

A polícia é treinada e paga para proteger e servir, mas infelizmente alguns elementos sem condições psicológicas e/ou mal treinados participam dessa força que deveria ser vista como exemplo. O resultado disso tudo é ver constantemente relatados vários casos de abuso de poder, na maioria das vezes com violência psicológica ou física. As vítimas, nesse caso, ficam temerosas de fazer uma queixa.
CONFIRA O VÍDEO:

SEU APOIO É MUITO IMPORTANTE: CLIQUE  >>AQUI<< PARA CURTIR NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.