EXEMPLO DE HONESTIDADE: MÉDICO BAIANO DEVOLVE 1 MILHÃO DEPOSITADO INDEVIDAMENTE EM SUA CONTA

MODESTO JACOBINO PERCEBEU QUE O SALDO DA CONTA BANCÁRIA ERA DE R$ 999.530,42  
O que você faria com quase R$ 1 milhão? A lista tem espaço para casas, carros, viagens, joias, entre outros desejos. Mas um médico levou um susto ao verificar o saldo da conta bancária e descobrir que tinha ficado “milionário”.


Modesto Jacobino, médico urologista, percebeu que o saldo da conta bancária era de R$ 999.530,42.  Jacobino é dono de uma clínica particular em Salvador, que também atende pelo SUS (Sistema Único de Saúde), e ficou muito preocupado ao ver o valor depositado pelo MS (Ministério da Saúde).

Após o erro, o médico tentou identificar o autor do depósito para devolver a significativa quantia.
— O dinheiro não nos pertence, não pertence à empresa. Nós fizemos questão de devolver, deixar bem claro que esse dinheiro não é nosso. É uma verba federal e deve voltar para onde ela veio, para ser utilizado corretamente. 

O médico procurou, junto com advogados, o Banco Central e o MS para devolver a quantia. Mas Jacobino teve que exercitar a paciência e esperar mais 20 dias para que o dinheiro fosse retirado da conta da clínica.

— Foi aventado que eu teria que autorizar a saída do dinheiro da conta, que ele seria utilizado para se pagar fornecedores do Ministério da Saúde. E eu retruquei e disse que o dinheiro sairia para a conta do Ministério da Saúde. Não teria problema nenhum de concretizar essa ação. 
SEU APOIO É MUITO IMPORTANTE: CLIQUE >>AQUI<<  PARA CURTIR NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK
CONFIRA O VÍDEO:


Fonte: http://noticias.r7.com/bahia/medico-devolve-quase-r-1-milhao-depositado-irregularmente-pelo-ministerio-da-saude-04122014 

Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.