QUATRO ADOLESCENTES SÃO ESTUPRADAS E JOGADAS DE PENHASCO COM MAIS DE 10 METROS DE ALTURA NO PIAUÍ

SEGUNDO DELEGADO, CRIME CONTRA ADOLESCENTES FOI BÁRBARO E CRUEL. POLÍCIA BUSCAVA ASSALTANTES QUANDO ENCONTRARAM AS MENINAS DESACORDADAS  

Um crime bárbaro chocou a população da cidade de Castelo do Piauí, a 190 Km de Teresina. Quatro adolescentes foram brutalmente agredidas, estupradas e depois amarradas no final da tarde da quarta-feira (27).



De acordo com as polícias civil e militar, as garotas teriam saído para tirar fotos em um ponto turístico, distante alguns quilômetros da zona urbana, quando foram rendidas por cinco homens. 


Somente por volta das 21h as famílias das adolescentes sentiram a falta das garotas. As quatro foram encontradas desacordadas, com graves ferimentos pelo corpo e levadas para o hospital da cidade. Por conta da gravidade, as adolescentes tiveram que ser transferidas para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

De acordo com a assessoria de imprensa do HUT, são duas garotas de 17 anos, uma de 16 e outra de apenas 15 anos. Segundo o hospital, duas delas passaram por cirurgia e seguem em estado grave. Uma das adolescentes está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

A polícia confirmou que as meninas foram amarradas, torturadas, violentadas e ainda foram arremessadas do alto de um penhasco com mais de 10 metros de altura. "Foi um crime muito bárbaro e cruel. Eles cortaram os pulsos das meninas, furaram mamilos e olhos e depois ainda as arremessaram de cima de um morro", disse o delegado.

De acordo com a polícia, cinco homens participaram do crime. Quatro deles, todos menores de idade, já foram apreendidos e conduzidos para a delegacia da cidade de Campo Maior, a 78 Km de Teresina. Um outro suspeito ainda está foragido e a polícia realiza buscas na região para tentar prendê-lo.

Conforme boletim médico divulgado pelo hospital às 12h, uma das adolescentes está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ela teve traumatismo craniano e chegou a perder parte da orelha. A garota também apresenta sangramento na barriga e os médicos tentam controlar a hemorragia.

Ainda de acordo com o boletim, outra garota sofreu afundamento da face do lado direito e também passou por cirurgia no pescoço. A adolescente que teve múltiplas lesões no couro cabeludo e ainda por todo o corpo está sob efeito de analgésico.

A única das garotas consciente ainda fala pouco e será transferida para um hospital particular por decisão da família.

"O estado em que essas meninas chegaram aqui nos assustou bastante. Todas foram vítimas de muitas lesões. Uma delas ainda está na UTI porque teve traumatismo craniano. Uma das meninas chegou a ficar com a face desfigurada", relatou o diretor do HUT, Gilberto Albuquerque.

Na cidade o clima é de revolta. Vários populares se aglomeraram na porta da delegacia ainda na noite de quarta-feira e chegaram a atear fogo em pneus em protesto pela falta de segurança.

Seu apoio é tudo de bom: clique >>aqui<< para curtir nossa página no facebook.

Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.