EUNÁP0LIS: ACADEMIAS DE SAÚDE, EXEMPLO DE DESPERDÍCIO DE DINHEIRO PÚBLICO

DUAS “ACADEMIAS” PRONTAS DESDE  2013, ESTRANHAMENTE ABANDONADAS, ONDE SE VÊ A INCOERÊNCIA ENTRE O QUE SE PROMETE E O QUE SE FAZ    
Inicialmente o projeto foi uma maravilha. As pessoas ficaram empolgadas com a possibilidade de um espaço público para se reunirem com amigos, praticando alguma atividade física e botando as conversas em dia. As “academias de saúde” foram criadas não especificamente para promover a saúde física, mas sim, uma melhor a interação social que resultaria em melhores condições físicas. Pessoas felizes e participantes tem uma tendência natural de serem mais saudáveis física e psicologicamente.

A população carente não pediu essas academias, mas como o governo se propôs a construí-las, o povo quer usufruir do que está feito, entretanto, parece que o prefeito Neto fechou os olhos para as necessidades de nossos idosos. Enquanto o povo lamenta, o tempo provoca os desgastes naturais já visíveis nas construções e nos objetos ali instalados. O total abandono é notadamente visível, com matos crescendo ao redor, ferrugens começando a dar sinal, pinturas já se deteriorando e se não tomarmos cuidado, logo poderá servir de abrigo para vândalos.

Será o nosso governo desmazelado ou tudo não passa de uma jogada política? Essas obras estão prontas desde 2013, uma no bairro Dinah Borges e outra no bairro Dr. Gusmão. Será que vão ser inauguradas em 2016, ano eleitoral? Se assim for, qual o objetivo? As respostas para essas perguntas deverão ser buscadas pelo próprio povo, responsável por botar no poder aqueles em que deveria confiar.
Clique >>AQUI<< para curtir nossa página no facebook.

Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.