CAMACAN: COMERCIANTE É CONDENADO A 28 ANOS DE PRISÃO POR MANDAR MATAR MULHER NA FRENTE DOS FILHOS

CRIME OCORREU EM 2010, NA CIDADE DE CAMACAN, NO SUL DA BAHIA  
Em 2010 um crime chocou a comunidade da cidade de Camacan, no sul da Bahia, quando Kátia Cristina Lima dos Santos, de 32 anos, foi morta na frente dos três filhos, da mãe e da tia, dentro de um automóvel, em frente à igreja que frequentava.

O comerciante Edvan Ribeiro Santana foi apontado e acusado como mandante do crime. O julgamento do mesmo começou às 8:30 hs de quinta-feira, 20/07, no Forum Desembargador Antonio Carlos Souto, durando aproximadamente 12 horas e resultando na condenação do mesmo a 28 anos de prisão.

O juiz Felipe Remonato diz que o julgamento demorou para acontecer porque o processo era complexo, com várias testemunhas e recursos. "O processo chegou até os tribunais superiores, em Brasília. Em razão disso, teve essa excessiva demora para que esse julgamento se realizasse", afirmou.

Sete testemunhas, quatro de acusação e três de defesa, entre elas a mãe e a tia de Kátia, foram convocadas para o julgamento. Enquanto a defesa alegava inocência do réu, a promotoria apontava como um homicídio qualificado, por motivo fútil, sem chance de defesa para a vítima.

Na época do crime, a polícia teria apontado Edvan como suspeito do crime. A esposa teria descoberto uma traição dele , o que teria motivado o crime, por medo de ter que dividir os bens após uma eventual separação.

Os executores do crime, Ovídio Santos Sampaio, foi condenado a 30 anos de prisão, por ter contratado Reginaldo Amaral para executar os disparos fatais. Reginaldo foi condenado a 28 anos de prisão. Ambos estão detidos no presídio de Itabuna, sul da Bahia.







Informações: G1

Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.