Política

Apesar de Moro, desembargador reitera ordem de soltura de Lula

Rogério Favreto determinou que o ex-presidente seja solto ainda neste domingo (8). Moro mandou PF esperar a decisão de relator do caso
O desembargador Rogério Favreto, do TRF4 (Tribunal Federal Regional da 4ª Região), reiterou o cumprimento em regime de urgência do alvará de soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silvaainda neste domingo (8).

Mais cedo, o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal, em Curitiba, se mostrou contrário a decisão de Favreto e orientou a Polícia Federal esperar com que relator do processo, desembargador Gebran Neto, se pronunciasse sobre a despacho. 

“Pelo exposto, determino o IMEDIATO cumprimento da medida judicial de soltura do Paciente, sob pena de responsabilização por descumprimento de ordem judicial, nos termos da legislação incidente”, escreveu.

De acordo com Favreto, a ordem pode ser cumprida por qualquer agente federal que estiver na atividade de ordem de plantonista, não havendo a necessidade da presença de delegado da PF.

O juiz Sérgio Moro afirmou que o desembargador não tem competência para mandar soltar Lula. De acordo com o magistrado, caso ele ou a autoridade policial cumpra a decisão, estará "concomitantemente" descumprindo a ordem de prisão do Colegiado da 8ª Turma do TRF-4.








,

PUBLICIDADE: Música "VENDAVAIS" (O Tigrão do Forró):

Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.