Gerais

Vídeo - Prefeito é flagrado recebendo sexo oral em elevador


O vídeo viralizou nas redes sociais, uma suposta garota de programa em ação
Rildo Emanoel Leonardi (MDB), prefeito da cidade paranaense de Tibari, foi flagrado ao receber sexo oral dentro do elevador do hotel que estava hospedado em Brasília (DF). De acordo com o Portal Metrópoles, o chefe do executivo municipal estava na cidade para a Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, com tudo pago pelo dinheiro público, que ocorreu nos entre os dias 8 e 11 de abril.

O flagrante foi feito na madrugada do último dia 4 de abril. Na ocasião, o prefeito entra com uma mulher no levador, supostamente garota de programa que o acompanha. As gravações mostram o momento que o prefeito desabotoa as calças e a jovem se agacha. O homem ainda aperta os botões do elevador para mais privacidade.

A situação só termina quando as portas se abrem. O vídeo ainda mostra o prefeito abotoando as caças e ambos deixam o elevador. À reportagem, o prefeito admitiu que participou de algumas “noitadas” em boates de Brasília, mas disse que não se recorda dos “momentos quentes”. “Me lembro de ter ido a algumas boates e ter bebido, mas não me recordo de sexo oral com nenhuma mulher dentro de qualquer elevador”, disse ao Metrópoles. Veja o vídeo:


Ação do MPPR
No dia 30/04, o Ministério Público do Paraná (MPPR) abriu um inquérito civil público para apurar a situação. A promotoria de Justiça de Tibari oficiou a Câmara Municipal e deu 15 dias como prazo para a apresentação de documentos que comprovem a efetiva participação de Leonardi no evento.

Os promotores querem ter acesso ao ato administrativo que concedeu a autorização da viagem do prefeitura para a Marcha. O inquérito civil, assinado pela promotora Juliana Ribeiro Gonçalves, também exige o atestado de certificação de frequência que comprove a participação do prefeito nas reuniões que motivaram a ida para a marcha.
Durante sessão na Câmara Municipal de Tibagi, o primeiro secretário da Casa recebeu um ofício encaminhado por Leonardi, no qual destaca um pedido de desculpas. “Em respeito aos meus familiares, amigos e, principalmente, à população de Tibagi, peço desculpas pela disseminação de uma mídia que veicula um momento íntimo em um local privado”, diz o texto.

Ele ainda classifica o local que aconteceu o ato como impróprio e que “se penaliza por não ter sido rígido em seu controle emocional’. ” […] Porém, ainda que não sirva de justificativa, ressalto a todos que, além de ser separado, não mantenho qualquer tipo de relação conjugal”, alega.

E para finalizar, o prefeito destaca que a situação foi em momento de folga e que a situação não traz prejuízos ao erário municipal. “Além disso, os autos veiculados ocorrem em situação absolutamente privada, em momento de folga, durante a noite, após o efetivo cumprimento de todas as minhas obrigações públicas. E, por fim, o caso não envolve qualquer pecúnia ou bem de erário municipal.”





Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.