Política

Cordélia Torres faz apelo ao prefeito de Eunápolis para que derrube decreto que demitiu servidores da educação

Decreto municipal em plena pandemia do coronavírus é chamado pelos professores de "Decreto da fome"
A pré-candidata a prefeita de Eunápolis, Cordélia Torres, gravou em vídeo, uma apelo ao prefeito de Eunápolis, Robério Oliveira, para que reconsidere sobre as 400 demissões geradas e o impacto negativo das reduções nos salários de servidores da educação, que sofreram com os efeitos do Decreto Municipal 9.028/2020.



Atualmente o mundo vive uma das suas maiores crises existenciais. É preciso observar que os servidores demitidos, apesar de terem feito protestos que não sensibilizaram o gestor,  estão passando sérias dificuldades, tendo inclusive pedido alimentos em portas de supermercados.

“Hoje, mais uma vez, venho fazer um apelo ao prefeito de Eunápolis:
Prefeito, reflita um pouco e derrube o decreto 9.028. Um decreto que veio para angustiar ainda mais os professores e servidores da educação, um decreto que como eles mesmos chamam: o decreto da fome.

Mais de 400 profissionais da educação e 30% dos professores da rede municipal foram dispensados gerando aflição e medo.

E quero mais uma vez afirmar, o recurso do FUNDEB continua chegando, e o repasse aos professores não está sendo feito.

E neste momento prefeito, precisamos de diálogo para que se chegue em um acordo e não de uma atitude tão agressiva que está prejudicando tantas vidas em nosso município. Que Deus nos abençoe“, disse Cordélia. Confira o vídeo:


Fonte: Ascom Cordélia Torres


Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.