Aleatórias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Polícia mira envolvidos em mortes de indígenas no extremo sul da Bahia



Seis presos e 14 mandados de busca apreensão em Sta. Cruz Cabrália

A polícia deflagrou a Operação Cruzeiro que investiga envolvidos com o tráfico de drogas, homicídios e associação criminosa no extremo-sul da Bahia, nesta quarta-feira (23). As ações são resultados das investigações dos homicídios dos indígenas Dennis Kawhã Santos da Cruz, de 16 anos, ocorrido em julho deste ano e de Leizo Udson dos Santos, 42, ocorrido em no dia 1º deste mês.

Seis mandados de prisão e 14 de busca e apreensão já foram cumpridos em Santa Cruz Cabrália. Os seis presos serão encaminhamos para realização de exames no Departamento de Polícia Técnica (DPT) e em seguida para o sistema prisional.

Segundo o coordenador regional, delegado Paulo Henrique de Oliveira, a operação visa ir além dos casos citados. “Pretendemos alcançar outros envolvidos com grupos criminosos, desta região. A população pode colaborar, sem precisar se identificar, fornecendo informações ao Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública, basta ligar para 181”, afirmou.


Mais de 150 policiais, entre civis e militares, realizam buscas em diversos pontos da região. A ação foi deflagrada pela 23ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin / Eunápolis), do Departamento de Polícia do Interior (Depin), nesta quarta-feira (23).

A operação tem a participação de equipes das Coorpins de Itapetinga e Teixeira de Freitas, da Coordenação de Operações e Recursos Especiais (Core), da Coordenação de Apoio Técnico à Investigação (Cati/Depin), da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), do Departamento de Polícia Técnica (DPT), além da Polícia Militar, por meio do Grupamento Aéreo (Graer), do 8º Batalhão de Polícia Militar (BPM), da Rondesp-Sul, Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe-Mata Atlântica) e Companhia Independente de Policiamento de Proteção Ambiental (Cippa).

Fonte:BNews

Postar um comentário

0 Comentários