Gerais

Vídeo – Homem pede comida e leva tapão na cara

Cena foi filmada pelos próprios agressores e imagens circulam na internet
Um vídeo que circula nas redes sociais mostra um homem sendo agredido após pedir comida nas ruas de Sinop (MT). Segundo o G1MT, o caso já está sendo investigado após um advogado que representa a vítima prestar queixa.

No vídeo, dois homens aparecem em um carro conversando com uma pessoa que está pedindo dinheiro e comida na rua. Eles oferecem dinheiro, falam sobre a crise que o país está passando e perguntam se o rapaz tem recebido ajuda. O morador de rua responde que não consegue comprar comida e não recebe ajuda porque quase não há ninguém nas ruas.


No entanto, o gesto que parecia ser de generosidade era apenas uma isca para agredir o rapaz, que quando se aproxima acaba levando um tapa na cara. "Vai trabalhar, vagabundo", diz o carona, que tentava atrair o homem com dinheiro na mão. A vítima fica sem reação. "Quer mais um?", provoca o homem dentro do carro. A cena foi filmada pelos próprios agressores e está circulando na internet.

Um advogado que soube do caso registrou boletim de ocorrência na delegacia. Com isso, a polícia começou a investigação. Contudo, ainda segundo o G1, ainda não há detalhes de quando ocorreu a agressão e nem a identificação dos autores.



O vídeo rendeu comentários indignados nas redes sociais, inclusive de famosos. O ex-jogador e hoje dirigente Juninho Pernambucano repostou o vídeo no Twitter. "Que coisa mais revoltante. O cidadão de bem brasileiro é o traficante de escravos moderno. A raiva q sinto é tão grande que chega a fazer mal. Se acharem essa pessoa que foi agredida, me coloco a disposição para ajudá-lo e muito", escreveu.
Fonte: Correio 24 Horas




Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.