VEREADOR AGREDIDO GRAVA ÁUDIO MUDANDO VERSÃO SOBRE AGRESSÕES SOFRIDAS

VEREADOR TÓ DO CAVACO FOI AGREDIDO NA PRAÇA DO PEQUI, DEU UMA VERSÃO SOBRE OS FATOS, MAS VOLTOU ATRÁS PUBLICANDO UM ÁUDIO DIZENDO QUE TUDO FOI PURA INFANTILIDADE
Os caminhos da política no interior do Brasil ainda continuam com trejeitos dos tempos de coronéis, quando as divergências eram resolvidas na violência. Terá sido essa a explicação  para uma confusão que terminou em agressão física ao vereador Tó do Cavaco?

Segundo informações da mídia local, tudo começou por causa da colocação de faixa em determinado lugar. Alguns sites de Eunápolis transcreveram as queixas do vereador após as agressões sofridas:

 “A situação está complicada e é muito grave. Não sei o que pode acontecer comigo. Já fui à Delegacia de Polícia onde prestei queixa, em seguida fiz exames de corpo delito. Têm pessoas que se acham donas da Praça. Eu não fui para retirar a faixa do vereador Jorge Máecio. Eu tenho certeza que houve omissão por parte de algumas pessoas. Eu não entendo as razões de tanta raiva, eu sou legítimo representante do bairro. Eles bateram no peito, disseram que eu não colocava a faixa, e que eu não entrava, e quem mandava era eles. Estou muito decepcionado com algumas pessoas. Eu fui espancado por quatro pessoas. Estou cheio de hematomas”, desabafou o vereador.

Entretanto, hoje no Programa Fala Povão, um áudio foi divulgado mostrando as falas do vereador agredido, onde ele “esclarece” o ocorrido, dizendo que teria sido infantilidade de ambas as partes, que já conversaram entre si e que se perdoaram... mas nada disso apaga o ocorrido: Um péssimo exemplo de cidadania.

Nas falas, Tó do Cavaco diz que o colega vereador Jorge Maécio não sabia de nada, que ele nem estava no local e que, quando soube do ocorrido, procurou de imediato resolver o impasse entre os dois grupos. A vítima da agressão ainda diz no áudio, que é um homem da paz, que já conversou com o agressor, que são amigos e que graças a Deus está tudo resolvido. “Nós temos filhos. O Jorge Maécio (que não é o agressor), nada teve a ver com essa confusão”, disse.

No mundo conturbado onde vivemos, onde a violência é banalizada e onde a democracia deveria ser a arma de maior poder político, é inadmissível essa demonstração de falta de respeito com o povo e com as leis, principalmente por que as pessoas envolvidas fazem parte de grupos políticos e deveriam dar bom exemplo. Uma vergonha!

Sobre bocão64

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.