HORROR: MÃE MATA O PRÓPRIO FILHO A FACADAS, ATEIA FOGO E ESCONDE O CORPO

A MÃE  CONFESSOU O CRIME À POLÍCIA, MAS ALEGOU QUE AGIU EM LEGÍTIMA DEFESA  

O adolescente de 17 anos de idade, Itaberli Lozano, simplesmente desapareceu. A mãe e o padrasto não se manifestaram sobre o sumiço dele, mas os parentes sentiram a falta do rapaz e registraram um boletim de ocorrência. A polícia entrou em ação e acabou descobrindo os restos mortais do jovem, no município de Cravinhos-SP. O corpo foi reconhecido por causa de uma pulseira. O corpo estava carbonizado.

Segundo informações do tio paterno, Dário Rosa, a mãe do rapaz não aceitava a homossexualidade do filho e viviam em conflito por esse motivo, resultando daí a suspeita de que o motivo do crime seja esse, segundo informações do G1.

O crime aconteceu no dia 29 de dezembro, após discussão entre mãe e filho. A briga teria resultado no homicídio. De acordo informações policiais, Tatiana Lozano atacou o filho com uma faca, atingindo-o mortalmente no pescoço. Em seguida a mãe e o padrasto, Alex Canteli, teriam levado corpo enrolado em um cobertor até um canavial e atearam fogo.

Os assassinos foram presos nesta quarta-feira, 11, e confessaram o crime, mas a mãe alegou que o adolescente teria feito ameaças à família e era usuário de drogas. A defesa defende a tese de que o crime aconteceu em legítima defesa e vai entrar com pedido de habeas corpus.

 Adicione nosso whatsapp: (73) 9 8121-7618. Se você presenciou ou sabe de algum fato interessante, acidente ou crime, nos envie a história com fotos ou vídeos.

Aviso do Bocão 64

Caro internauta: A sua opinião sobre esta matéria é muito importante, mas os comentários que você postar nesta página, são de sua exclusiva responsabilidade e não representam a opinião do site. Rode o mouse para baixo, participe, comente e divirta-se.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.