Eunápolis – Fotos e imagem do momento da prisão do preletor evangélico acusado de manter jovem em cárcere privado

O acusado é conhecido no mundo evangélico regional como Preletor Leones Neves
Por volta do meio dia de quinta-feira, 05/12/2019, a Polícia Militar libertou uma jovem que afirmou ter sido mantida em cárcere privado pelo seu marido, o evangélico Leones Pereira de Jesus, de 34 anos, no distrito da Colônia, município de Eunápolis, no extremo sul da Bahia.  

A jovem de 18 anos conheceu o moço de boa aparência e falas bonitas que a seduziu, atraindo-a para o casamento. Em pouco mais de três meses, os dois se uniram em matrimônio, apesar da opinião contrária da família dela que pressentia que algo de errado aconteceria, e aconteceu.

A jovem Y.J.T. de apenas 18 anos de idade, natural da região de Monte Alegre, no município de Guaratinga, extremo sul da Bahia, que veio morar com o marido no distrito da Colônia, informou ter sido vítima de várias agressões físicas e morais, sofrendo uma enorme pressão psicológica e era vigiada e cobrada o tempo todo.

Pra sorte dela, ele deu mole e ela pegou o celular dele e passou uma mensagem para a família, pedindo socorro, explicando toda a situação. Na mensagem, ela bastante aterrorizada, sugeriu aos pais para já vir com a polícia resgatá-la.

Os pais da moça vieram de Guaratinga e pediram ajuda às autoridades que enviou alguns policiais militares numa viatura até a casa do sujeito. O pastor negou tudo mas acabou preso sob várias acusações. Um advogado já deve estar trabalhando, defendendo-o, mas a acusação de cárcere privado é braba e ele deve passar por uma audiência de custódia, onde o destino dele será decidido por um juiz.

VEJA NO RODAPÉ OUTRAS MATÉRIAS INTERESSANTES



VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR DAS MATÉRIAS ABAIXO:


Bocão 64

AVISO: Os comentários dos internautas não representam a opinião deste site. Cada internauta é responsável pelo próprio comentário. Seja educado e não ofenda.

Postagem Anterior Próxima Postagem

نموذج الاتصال