Eunápolis – Polícia Militar liberta jovem mantida em cárcere privado por suposto evangélico pregador, na Colônia

Uma viatura da PM atendeu o chamado e resgatou a moça
Uma história inusitada, que demonstra claramente a boa lábia de um sujeito que se aproximou de uma família evangélica de Monte Alegre, região de Guaratinga, extremo sul da bahia e fez a cabeça da jovem imatura Y.J.T., de apenas 18 anos de idade. Em apenas três meses, o moço conseguiu namorar e casar com a adolescente inexperiente.

A família informou que jamais imaginaria que ele apresentaria um comportamento desse tipo.


Segundo informações da jovem, logo após o casamento ele a levou para o distrito da Colônia, município de Eunápolis e então começou a torturá-la psicologicamente, quase levando-a à loucura.

A garota relatou que era vigiada constantemente. Ela era proibida de usar o celular e redes sociais e não podia se comunicar com a família. A moça teria sido agredida fisicamente várias vezes e estaria vivendo sob uma pressão psicológica muito grande.

Para a infelicidade do dito, ele vacilou e ela aproveitou o momento para pegar o celular dele e passar uma mensagem para a família, relatando seu sofrimento e que estava em regime de cárcere privado. A família da moça, desesperada, saiu de Guaratinga e chegando em Eunápolis, procurou a polícia, que não se fez de rogada, enviando uma equipe numa viatura para o local.

O indivíduo auto intitulado preletor evangélico, Leones Pereira de Jesus, de 34 anos, negou tudo mas foi preso e nesse momento se encontra na Delegacia de Polícia, onde terá sua situação investigada e deverá ser julgado pela Justiça.

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR DAS MATÉRIAS ABAIXO:








Bocão 64

AVISO: Os comentários dos internautas não representam a opinião deste site. Cada internauta é responsável pelo próprio comentário. Seja educado e não ofenda.

Postagem Anterior Próxima Postagem

نموذج الاتصال